Violação de regime

Ex-chefe do Executivo é preso em Bernardes

THIAGO MORELLO - Da Redação • 09/02/2018 13:30:15

A Polícia Civil de Presidente Bernardes prendeu o ex-prefeito do município na manhã de anteontem, após o mesmo ter violado o regime aberto que cumpria, ao ser condenado pelo crime de responsabilidade, em 2017. De acordo com o policiamento, Júlio Omar Rodrigues foi localizado na própria casa, na cidade. Não foi informado de qual contravenção se trata.

À reportagem, a Polícia Civil relatou que, em meio ao delito do antigo regime, o cumprimento de um mandado judicial determinou o retrocesso para o regime semiaberto. O ex-prefeito foi encaminhado à Cadeia Pública de Presidente Venceslau, ainda na quarta-feira. Contudo, ele será transferido à outra unidade prisional da região, no qual não foi informada.

Júlio foi acusado e condenado em 2017, em um processo que mencionou o desvio de verbas públicas, cerca de R$ 6 mil, para um funcionário de um asilo da cidade. A ação foi movida pelo MPE (Ministério Público Estadual) e resultou na pena de quatro anos, quatro meses e 15 dias de reclusão. Inicialmente, ele foi enviado ao semiaberto, mas conseguiu progressão.

 

Júlio foi acusado e condenado em 2017, em um processo que mencionou o desvio de verbas públicas, cerca de R$ 6 mil, para um funcionário de um asilo da cidade

 

Defesa

Conforme consta no portal do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), dentre os advogados de Júlio, Katarine Vanderlei Toso é uma das pessoas à frente do caso. À reportagem, ela argumenta que não concorda com a decisão da Justiça, uma vez que acredita ter “sido um abuso as condições que foram impostas” ao ex-prefeito, em relação ao regime que cumpria. Para finalizar, ela garante que nos próximos dias entrarão com um recurso para a progressão voltar, pois “ele tem o direto ao benefício”.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste