QUASE DEU

Etô prudentino passa perto do Atlético (MG)

Por erros na documentação, atleta que atua pelo Mirassol ficou de fora dos planos do Galo

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 09/05/2018 20:29:03

Foto: Cedida/Arquivo pessoal - Etô ganhou o apelido quando jogava futebol nos campinhos de PP

Apelidado como Etô desde criança, quando ainda jogava futebol no campinho perto de sua casa em Presidente Prudente, Ilgner de Paula Nascimento começou a sua trajetória no futebol com 10 anos. Hoje, com 19, Etô é jogador do Mirassol há dois meses e quase chegou a ser a nova contratação do Atlético (MG) para a temporada, mas por problemas na documentação retornou ao time paulista.

O atacante passou pelas categorias de base do São Paulo, onde foi monitorado dos 11 aos 13 anos de idade. Em seguida, aos 14, foi para a equipe do Red Bull Brasil, onde permaneceu por cinco anos e colecionou títulos. Segundo o atacante, o futebol é algo que ele queria pra vida desde novo. “O futebol pra mim é tudo, o esporte que eu mais amo”, afirma.

Com o sonho de jogar em um grande clube na Europa, em pouco tempo de carreira, o jogador carrega títulos nacionais e internacionais na sua trajetória. “Ganhei muitos [títulos] no Red Bull, incluindo fora do país, quando tive uma experiência muito boa”, relembra. Na lista de conquistas, está a Copa Nacional em Espírito Santo, pelo sub-17, e o Cup Volksbank, em 2017, em Stemwede, na Alemanha. No torneio, de acordo com ele, estavam presentes as equipes do Liverpool e Tottenham, ambas da Inglaterra, o que o fez acreditar ainda mais na possibilidade de jogar fora do país. “Fizemos uma boa campanha e levamos o ouro passando por equipes de nível e reconhecimento mundial. Foi uma das melhores sensações que tive”, afirma.

Na temporada de 2018, Etô ainda não entrou em campo por sua atual equipe, o Mirassol. “Cheguei faz dois meses aqui, mas ainda não joguei, estou apenas treinando e retomando a forma física”, destaca. No último mês, o atacante chegou a fazer contato direto com o Atlético (MG), mas, segundo ele, “por alguns erros a contratação não se firmou”. “Cheguei a ir para o Galo, mas não deu certo e tive que retornar”, comenta.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste