COTIDIANO

Energia solar fotovoltaica

  • 08/08/2019 04:26
  • Marco Antônio Del Grande

O sol é a fonte de energia mais abundante e intensa ao alcance dos seres vivos em nosso planeta. Essa estrela é a principal responsável por praticamente todos os fenômenos e toda a vida encontrada na Terra. Essa necessidade constante de se gerar energia acompanhou a evolução da raça humana e teve o seu apogeu quando, a partir de 1750, deu-se início a Revolução Industrial, já que o aparecimento das máquinas trouxe grande dependência de combustíveis fósseis como fonte energética, tais como o petróleo, carvão mineral e gás natural de origem não-renovável. Embora as revoluções industriais que sucederam a esse período pré-industrial trouxessem consigo inúmeros benefícios que a sociedade à época nem poderia imaginar, a utilização dessa matriz energética cresceu de forma exponencial e as tecnologias acompanharam, evoluindo rapidamente para atender as necessidades das pessoas.

Contudo, com todo esse avanço, muitos fenômenos naturais foram agravados e problemas ambientais surgiram principalmente a partir de 1970, com inúmeros impactos gerados ao meio ambiente, aliado ao consumo desenfreado de matérias primas e o aumento das emissões de gases de efeito estufa oriundo de processos antropogênicos (atividades humanas), fazendo com que os países-membros da ONU (Organização das Nações Unidas) buscassem novas fontes de energia em substituição a queima de combustíveis fósseis de origem não-renovável por fontes renováveis, tais como a energia eólica, biomassa, fotovoltaica, hidráulica, dentre outras e também maior conscientização da população sobre a necessidade de repensar as atitudes, com o escopo de minorar esses impactos.

A energia fotovoltaica é proveniente da energia solar e é considerada uma fonte de energia limpa, ou seja, com menor agressão ao meio ambiente se comparado com os meios de obtenção mais comuns e usuais, extraídos de fontes não-renováveis. É também uma fonte de energia renovável, pois não se esgota com o uso, pelo menos na escala terrestre de tempo. Este tipo de energia funciona gerando eletricidade através de placas fotovoltaicas e são instaladas comumente em telhados de residências, indústrias e comércios. Esse sistema de energia pode ser instalado ligado à rede elétrica ou de forma individual com baterias de armazenamento de energia, garantindo o abastecimento da unidade com esse tipo de captação de energia.

Segundo dados fornecidos pela Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), essa energia é a maior geradora de empregos renováveis do mundo, considerando sua instalação, fabricação, vendas e distribuição, desenvolvimento de projetos, dentre outros. Até o final de 2015, todos os países do mundo computavam uma potência instalada solar fotovoltaica de 234 GW, considerando também a expansão de 52 GW ao ano. De acordo com a IEA (Agência Internacional de Energia), a geração solar poderá responder por cerca de 11% da oferta mundial de energia elétrica em 2050. A área coberta por painéis fotovoltaicos capaz de gerar essa quantidade é de 8 mil km².

ÚLTIMAS DO AUTOR

Energia de biomassa

  • 22/08/2019 01:09

Energia eólica

  • 25/07/2019 05:16

Energias renováveis

  • 12/07/2019 05:32
Marco Antônio Del Grande

Marco Antônio Del Grande

Marco Antônio Del Grande Alegre é advogado e CEO da MG Carbon - Projetos de Carbono.

Contato: marco.alegre@yahoo.com.br

PUBLICIDADE