Cedidas/Carlos Alberto Nunes - Concurso elegeu mulheres empoderadas e que se inspiram nos anos 40, 50 e 60

Foto: Cedidas/Carlos Alberto Nunes - Concurso elegeu mulheres empoderadas e que se inspiram nos anos 40, 50 e 60

2ª EDIÇÃO

Encontro é sucesso em tradição e lazer

Aproximadamente 300 carros, sendo ao menos 200 fuscas, estiveram presentes no Centro Olímpico, no Encontro dos 100 Fusquinhas e Antigomodelismo

  • 28/01/2020 05:41
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

Como já era de se esperar, a segunda edição do Encontro dos 100 Fusquinhas e Antigomodelismo, que ocorreu no sábado e domingo, no Centro Olímpico de Presidente Prudente, foi um sucesso. Conforme a organização do evento, aproximadamente 300 carros, sendo ao menos 200 fuscas, estiveram presentes, com um público que, somando os dois dias, ultrapassou mil pessoas na busca por cultura, lazer e um fim de semana nada convencional, mas muito tradicional.

O organizador, Marcos Casavechia, lembra que a iniciativa se deu em razão do Dia Mundial do Fusca, celebrado em 20 de janeiro, com a intenção de manter viva a memória do veículo que arrasta seguidores até os dias de hoje. Na ocasião, os primeiro 100 fuscas receberam adesivos para participar de uma premiação, sendo que, após o sorteio no valor de R$ 500, um colecionador prudentino levou a melhor para casa.  

No sábado, primeiro dia do evento, o local contou ainda com o concurso Miss Pin-up. Como noticiado por este diário, para quem nunca ouviu o termo, tratam-se de mulheres empoderadas, positivas, profissionais e que incentivam – e vivem – um estilo de vida embasado nas características “retrôs”, seja no comportamento, na presença, na estética e no carisma, ao remeter e homenagear, mulheres inspiradoras dos anos 40, 50 e 60.

“O balanço final é muito positivo, pois tivemos participantes de diversas cidades e Estados e que nos ajudaram a levar o nome de Presidente Prudente para o cenário nacional”, aponta a organizadora e madrinha do concurso, Ladie Galaxie. Aproximadamente 300 pessoas acompanharam o momento que consagrou Beatriz Rezende, ou melhor, a pin-up Trixie, o posto de primeiro lugar.

Como critérios, foram levados em consideração a apresentação, a autenticidade, o estilo, originalidade, presença de palco, carisma e outros aspectos que valorizam os anos entre as décadas de 40 a 60.

Foto: Cedida/Carlos Alberto Nunes

Evento reuniu fuscas das mais diversas cores e modelos entre sábado e domingo

Foto: Cedida

Beatriz Rezende, ou melhor, a pin-up Trixie, é a campeã do concurso