Sexta-Feira . 22 Fevereiro . 2019
Liderança sindical

Empresário José Fioravanti morre aos 88 anos

Motorista, taxista e representante sindical, o prudentino ficou marcado por ser um dos fundadores do Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Presidente Prudente

06/02/2019 05:03 • THIAGO MORELLO - Da Redação
Arquivo - Fioravanti dedicou a vida à representação sindical Arquivo - Fioravanti dedicou a vida à representação sindical

Morreu na segunda-feira e foi sepultado ontem, em Presidente Prudente, o empresário José Fioravanti, aos 88 anos. Motorista, taxista e representante sindical, o prudentino ficou marcado por ser um dos fundadores do Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Presidente Prudente, no qual foi presidente entre os anos 1958 e 1986.

Nascido na capital do oeste paulista no dia 27 de dezembro de 1930, Fioravanti dedicou a vida, como o próprio histórico mostra, ao transporte e à representação de quem pertencia à categoria. O efetivo lhe garantiu, em 1980, o troféu “Heitor Graça”, como liderança sindical. E em um título mais recente, em 2018, foi agraciado com a Medalha JK - Mérito do Transporte Brasileiro, concedida pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), local que também atuou como vice-presidente.

No site da entidade, o atual presidente, Clésio Andrade, publicou uma nota de pesar pelo falecimento do empresário: “Hoje, perdemos um grande companheiro que, com sua capacidade de diálogo e de articulação, muito contribuiu na construção do Sest/Senat [Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte] e no fortalecimento da CNT.  Em meu nome e em nome de todos os transportadores que, ao longo das últimas décadas, estiveram ao lado de José Fioravanti, envio nossas condolências à família e aos amigos nesse momento de dor”.

Fioravanti foi velado na casa de velório Athia e sepultado ontem no Cemitério Municipal São João Batista, em Prudente. Ele foi casado e era pai de três filhos. A causa da morte não foi informada.