Sexta-Feira . 22 Fevereiro . 2019
Zona leste

Empreendimento deve gerar 780 empregos em Prudente

Novo residencial entregará 666 casas populares na primeira etapa; Prefeitura planeja parceria com mais construtoras para instalação de outras 2,5 mil moradias na mesma região

José Reis - Lançamento do residencial ocorreu na manhã de ontem, no gabinete do prefeito José Reis - Lançamento do residencial ocorreu na manhã de ontem, no gabinete do prefeito

Com o objetivo de entregar 666 casas populares na primeira etapa de implantação de um bairro residencial na zona leste de Presidente Prudente, a Pacaembu Construtora, em parceria com a Prefeitura, deve mobilizar a abertura de 780 empregos diretos e indiretos durante a execução das obras, que ocorrerão na Avenida Miguel Sloma, com acesso pela Rodovia Angelo Rena. Os interessados em trabalhar para o empreendimento, nomeado Vida Nova Pacaembu, poderão entregar currículos a partir da manhã deste sábado, na praça da Catedral de São Sebastião ou, de segunda a sexta-feira, em horário comercial, no plantão de atendimento da empresa, na Avenida Manoel Goulart. De acordo com o prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB), além das 2 mil casas que devem ser construídas no decorrer das três etapas do projeto, a administração municipal planeja parceria com outras construtoras para a instalação de mais 2,5 mil moradias na mesma região, sem entrar em mais detalhes.

O chefe do Executivo acrescenta que negocia com a Pacaembu Construtora a entrega de uma escola de ensino fundamental, um Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e uma unidade de saúde para o residencial, após a conclusão das três etapas. O lançamento do empreendimento ocorreu na manhã de ontem, no gabinete do prefeito.

O diretor comercial da empresa, Márcio Tadeu Fernandez, explica que o bairro planejado contará com terrenos de 160 metros quadrados e área construída de 45 m², permitindo futuras ampliações. Compostas por dois dormitórios, as moradias também terão piso cerâmico, ventilação cruzada e iluminação natural, além de serem atendidas por infraestrutura completa de água, esgoto, asfalto e transporte público.

O prazo para a conclusão das obras é de 18 meses, contados a partir do momento em que as vendas começarem e o primeiro contrato junto à CEF (Caixa Econômica Federal) for assinado. O representante destaca que a construtora deverá investir R$ 81 milhões em cada uma das três etapas do projeto, que contempla famílias com renda familiar a partir de R$ 1,6 mil, com direito a parcelas a partir de R$ 480. “Por ora, serão erguidas 666 casas moradias, mas acreditamos que a demanda prudentina possibilitará que as 2 mil casas sejam entregues ainda neste ano”, considera.

Onde se inscrever

Para realizar o seu cadastro, os interessados em obter a casa própria devem se dirigir ao estande de lançamento do residencial, na praça da Catedral de São Sebastião, de 9 a 24 de fevereiro, das 8h às 18h. Após este prazo, as inscrições podem ser feitas no plantão de atendimento localizado na Avenida Manoel Goulart, 278, no centro. A unidade receberá os candidatos de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h.

Márcio informa que, a partir de sábado, haverá um correspondente bancário da CEF alocado na praça para esclarecer as dúvidas dos interessados. Portanto, mesmo aquelas pessoas que julgarem não ter condições de conseguir um imóvel podem comparecer para receber o devido auxílio.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O CADASTRO

- RG e CPF;

- Certidão de nascimento ou casamento;

- Certidão de nascimento dos filhos menores de 21 anos;

- Comprovante de residência;

- Documentos de comprovação de renda (assalariados devem apresentar os dois últimos holerites, carteira de trabalho e número ou cartão do PIS [Programa de Integração Social]; aposentados, o último extrato do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social] e o número do benefício; empresários e autônomos, o imposto de renda ou o último pro labore; e não assalariados, os três últimos extratos de conta corrente constando o valor do limite do cheque especial e três últimas faturas do cartão de crédito).