Solidariedade

Empreendedorismo social beneficia crianças de entidade

Jovens de escola de idiomas promovem ação alusiva ao Dia das Crianças no Lar Santa Filomena, com doação de brinquedos, gincanas e lanche

IZABELLY FERNANDES - Especial para O Imparcial • 11/10/2018 08:33:00

Alunos desenvolveram “brainstorm” para planejar ação social. Foto: Renata Mello/Cedida

Fazer o bem é uma prática que se aprende desde cedo em uma escola de idiomas de Presidente Prudente. Além do inglês e do espanhol, alunos de 9 a 25 anos do Yázigi também vivenciam atividades interdisciplinares com a junção de empreendedorismo e projetos sociais. Exemplo disso é a ação em alusão ao Dia das Crianças que a escola está promovendo, a fim de beneficiar crianças do Lar Santa Filomena. Com 25 alunos divididos em equipes, foram promovidas atividades como gincanas, aulas de música em inglês, doações de brinquedos, além de um lanche para as crianças da instituição.

A ação foi promovida ontem, quando foram beneficiadas cerca de 80 crianças. Para o projeto, os alunos foram divididos em grupos, para que fossem coletadas ideias, a fim de desenvolver um “brainstorm” com todos os detalhes do projeto. Todo o planejamento das atividades foi produzido pelos próprios alunos das unidades como forma prática de noções de empreendedorismo. Além disso, foram desenvolvidos ofícios, a fim de arrecadar doações e patrocínios de empresas da cidade para colaboração no projeto.

A escola, além de trabalhar idiomas, como o inglês e o espanhol, também trabalha competências como ética, cidadania e responsabilidade social. Nos anos anteriores, a instituição desenvolvia bazares de garagem para arrecadação de recursos, a fim de comprar brinquedos para creches da cidade. A diretora do Yázigi, Renata Mello, diz que a partir da participação em um congresso internacional de educação, percebeu que um projeto de empreendedorismo poderia levar as ações a patamares maiores. “Envolver os alunos nessas iniciativas é muito importante, pois o século exige conceitos de cidadania. Junto a isso, podemos unir o inglês como ferramenta”, declara.

A estudante Nathalia Antunes Manea, 25 anos, participa pela primeira vez de um projeto social e diz que é gratificante contribuir para o bem do próximo. “Não estamos acostumados a ver isso no dia a dia, pois sempre estamos na correria e não prestamos atenção na realidade a nossa volta”, explica. Ela diz que o projeto se trata de uma troca de saberes, pois os alunos levam o que sabem para as crianças e elas os ensinam a enxergar o mundo de forma diferente. “É muito importante tirar um momento da nossa vida para fazer algo por alguém”, afirma. Para a aluna Ananda Teixeira Agostinho, 16 anos, participar do projeto é uma grande honra. “Essa união nos faz refletir e ter mais empatia, incentivando a solidariedade”, ressalta.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste