Polícia Federal - Mercadorias foram avaliadas em R$ 100 mil

Foto: Polícia Federal - Mercadorias foram avaliadas em R$ 100 mil

DESCAMINHO

Em Prudente, investigação da PF mira no comércio ilegal

Homem de 37 anos foi preso com mercadorias avaliadas em aproximadamente R$ 100 mil, desprovidas de documentações fiscais

  • 05/09/2019 16:16
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Federal prendeu hoje um homem de 37 anos que utilizava o estabelecimento comercial para armazenar e vender produtos de origem estrangeira, sem documentação fiscal. Na oficina mecânica, localizada no Jardim Maracanã, em Presidente Prudente, os agentes apreenderam produtos avaliados em aproximadamente R$ 100 mil.

Muitas das remessas estavam prontas para serem despachadas. De acordo com a Polícia Federal, havia caixas com cerca de 200 aparelhos celulares, roteadores, repetidores dentre outros eletrônicos. Conforme a polícia, o homem foi preso em flagrante e, após apresentado à autoridade, pagou fiança no valor de R$ 10 mil e foi liberado.

Investigação

Segundo a delegacia de Prudente, a investigação teve início no dia 15 de maio desse ano. Na época, foi instaurado inquérito policial para identificar pessoas que estariam de sites de vendas pela internet, para comercializar produtos de origem estrangeira sem documentação regular de importação.

Além disso, a investigação também analisou a falta de autorização de vendas pela empresa que detém a exclusividade da venda no Brasil. De acordo com a polícia, o acusado responderá em liberdade pelo crime de descaminho, que tem pena de 1 a 4 anos de reclusão.