Foto:

EM PADRE EMÍLIO BECKER

  • 16/04/2019 11:00
  • O Imparcial na Escola

A presença dos meios de comunicação impressos e digitais na vida das pessoas é um fato.  Atualmente, é de conhecimento de que não basta decodificar o sistema de escrita para ser um leitor competente dos textos que circulam no mundo da escrita. Tanto a competência leitora como a escritora se faz pelo uso de uma diversidade de gêneros a partir das necessidades de comunicação do meio em que os indivíduos circulam. No caso do gênero jornalístico, a formação de leitores é fundamental para que os indivíduos participem da sociedade acompanhando acontecimentos de natureza econômica, social e política. Dessa forma, a construção de capacidades de leitura de textos jornalísticos tem se constituído, cada vez mais, como uma condição para formar sujeitos atuantes. A diversidade de matérias publicadas em jornais, exigem dos alunos o uso de capacidades e procedimentos leitores específicos para que tenham acesso a esses meios. É por isso que enfatizamos a importância do estudo dos gêneros da esfera jornalística em nossa Unidade Escolar.

1º s ANOS

Como parte do Projeto Didático: “Um Olhar sobre a cultura dos Povos Indígenas do Brasil: O cotidiano das crianças”, alunos do 1º ano A, fizeram pesquisas e leitura a respeito da comunidade indígena. A professora considerou que pesquisas e leitura dos meios de comunicação que abordam o assunto enriqueceram o trabalho, tornando-o significativo para criança e o fato de vivenciarem uma notícia aproximou-os da consciência da veracidade dos fatos noticiados. Crianças do 1º ano A, orientados pela professora Andreia Dalssas, utilizaram o jornal como fonte de pesquisa sobre o Dia do Índio e foram notícia ao fazerem estudo do meio no Museu da Unesp, proporcionado pela Seduc de Presidente Prudente, como fechamento do Projeto Didático: ”Um Olhar sobre a cultura dos Povos Indígenas do Brasil: O cotidiano das crianças”.

2ºs ANOS

A professora Eliane Nespolo relata que a roda de leitura do jornal O Imparcial, realizada semanalmente pelas turmas é importante para que os alunos se familiarizem com o portador de textos e fiquem por dentro das notícias da cidade. Em uma das ocasiões, lendo a notícia “Fotógrafo narra evolução de Presidente Prudente em mostra ‘Dos trilhos do centenário’”, gerou uma produção escrita de carta – destinada à Orientadora pedagógica, solicitando o agendamento da mostra junto ao Museu local. A professora chega a conclusão que além de conhecer melhor esse importante meio de comunicação, com sua gama de gêneros textuais tão importantes para o processo de ensino aprendizagem, ainda permite a escola estar atenta ao que o Município oferece em termos de cultura, novos conhecimentos através da arte.

4ºs ANOS

O presente projeto de jornal justifica-se por ser vasto e enriquecedor, permitindo à criança se apropriar do processo de interlocução nas práticas sociais, além de instalar na sala de aula um clima leitor, retratando possibilidades de refletir sobre a comunicação, sobre o contexto social, sobre as transformações da sociedade, sobre o papel da imprensa e da formação de opiniões do aluno, transformando-o em cidadão crítico e modificador do espaço em que vive. Tem como objetivos gerais: empregar o jornal como apoio pedagógico complementar às atividades curriculares; sensibilizar o aluno a tomar gosto pela leitura; e no despertar por questões sociais, culturais e políticas da realidade de sua cidade, de seu país e do mundo. 

5º s ANOS

Utilização do jornal em sala de aula vinculada as atividades permanentes presentes no Guia de Planejamento e Orientações Didáticas Ler e Escrever, dentre elas estão o trabalho de análise da estrutura do jornal, a localização de informações como a previsão do tempo, a notícia destaque do dia – focando também no trabalho com manchete e lead, crônicas, leitura deleite, leitura compartilhada, discussão e registro da própria opinião sobre determinada notícia (carta de leitor) e roda de leitura do jornal.

 

 

ÚLTIMAS DO AUTOR

O Imparcial na Escola

O Imparcial na Escola

O Imparcial na Escola é um programa socioeducativo, idealizado por esta folha, de responsabilidade social, com objetivos múltiplos dentro do campo da educação, com fomentos à leitura, à escrita, à criticidade, entre outros, aplicando o conteúdo deste diário em sala de aula de forma multidisciplinar e tratando de temas transversais: ética, cidadania, direitos e deveres.

PUBLICIDADE