Paulo Miguel - Conselheiro tutelar deve zelar pela proteção dos menores

Foto: Paulo Miguel - Conselheiro tutelar deve zelar pela proteção dos menores

10 VAGAS

Eleição do Conselho Tutelar será domingo

  • 04/10/2019 06:49
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

“A gente convida a população para participar neste dia 6 de outubro, das 8h às 17h, na Escola Estadual Fernando Costa, para a escolha dos representantes da criança e adolescente em situação de vulnerabilidade. É importante a população participar, fazer seu voto, escolher o candidato que ela entende que irá zelar pelos jovens de Presidente Prudente”, enfatiza a presidente do CMDCA (Conselho Municipal de Proteção aos Direitos da Criança e Adolescente), Ariane Lopes Vieira Jacintho Toledo César, 33 anos.

Trinta e cinco profissionais são candidatos a 10 vagas nos dois Conselhos Tutelares de Prudente, cinco em cada um. Um destaque que Ariane faz questão de enfatizar é que todos os candidatos a conselheiros tutelares passaram por avaliações previas para poderem concorrer. Todos foram submetidos à avaliação psicológica, prova escrita: “Todo um processo que certifica que estão aptos”, explica a presidente do CMDCA.

As eleições, destaca Ariane, funcionam de forma semelhante ao pleito para representantes políticos. Para votar é necessário levar documento com foto e título de eleitor. Da mesma forma, campanhas no dia da eleição são proibidas, assim como a boca de urna e a obrigação do voto secreto. De 80 a 100 pessoas estarão de prontidão na EE Fernando Costa, prestando serviços em funções como mesários, fiscais, presidente, secretários, representantes da Prefeitura, MPE (Ministério Público, do Estado), entre outros.

A expectativa da presidente da CMDCA é que o movimento de votantes, neste ano, supere os 5 mil que votaram na eleição passada, isso pelo número maior de candidatos e a mobilização que a campanha tem gerado na cidade.

QUAIS AS ATRIBUIÇÕES DO

CONSELHEIRO TUTELAR?

O conselheiro tutelar é responsável por atender e aconselhar responsáveis, requisitar serviços de saúde, educação, serviço social, trabalho, previdência e segurança às crianças e adolescentes, encaminhar às autoridades casos de violação dos direitos, representar contra essas violações ao Ministério Público e qualquer outra função que se relacione à vulnerabilidade dos jovens. Daí a importância de participar e votar de forma consciente.