Cotidiano

Diálogo e boa vontade: uma dupla capaz de ter resultados positivos

18/09/2018 04:44:00

Conceito de diálogo: fala em que há a interação entre dois ou mais indivíduos; colóquio, conversa. Ou ainda: contato e discussão entre duas partes - em busca de um acordo, por exemplo; troca de ideias. Por muitas vezes, dialogar não é uma tarefa fácil. Chegar a um consenso, dependendo do problema, então, quase impossível. Porém, quando existe um diálogo e um real interesse entre as partes em solucionar uma determinada situação, é possível ter resultados incríveis.

O diálogo entre dois órgãos, principalmente quando um cobra algo, também é algo difícil, mas quando se pensa no bem social, há uma solução para tudo. No domingo, este diário trouxe um exemplo plausível sobre isso. Para cumprir um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), a Prefeitura de Rancharia firmou parceria com o Instituto Anaram (Amigos da Natureza e dos Animais de Rancharia) e, com isso, diversos animais de rua em situação de vulnerabilidade, como cães, gatos, vacas e cavalos passaram a receber acolhimento e atendimento veterinário por meio de um projeto firmado entre o MPE (Ministério Público do Estado) e a Prefeitura de Rancharia.

Como explicado no impresso, a ação foi desenvolvida como forma de cumprimento das definições estabelecidas por TAC firmado em fevereiro deste ano. O serviço também conta com tratamento de doenças específicas, medicações, quimioterapia, castração e outras cirurgias. Os atendimentos são efetuados pelo instituto, por conta de uma parceria estabelecida com a Prefeitura.

Em muitas vezes, uma situação como esta, a “intriga” estaria armada e, pela falta de estrutura e dinheiro das prefeituras, a solução do problema estaria longe de ser encontrada. No entanto, com a real vontade de se chegar a um acordo, tem como o final ser feliz. Neste exemplo, em primeiro plano, era requisitada a criação de um CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), porém, algo caro. Em comum acordo e com o diálogo sempre aberto, um plano alternativo foi desenvolvido para a solução da vulnerabilidade dos animais, através de um chamamento público.

Foi quando o instituto se interessou e, assim, o problema foi resolvido. E ampliando este cenário de conversa, projetos educacionais na rede municipal de educação, com educadores ambientais e veterinários, acerca da conscientização para a guarda responsável, destacando as consequências criminais, cíveis e administrativas referentes ao abandono e aos maus-tratos aos animais, são desenvolvidos pelo Executivo. Com diálogo e boa vontade é possível ter resultados incríveis e que afetam positivamente a vida e rotina da sociedade.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste