COTIDIANO

Devedor de hoje

  • 30/07/2019 05:12
  • Walter Roque Gonçalves

Os empréstimos são ferramentas importantes para viabilizar, acelerar e nutrir negócios em todo mundo, contudo, deve-se abordá-los com cautela, pois empreender é uma atividade de risco. Por isso, quando a empresa conta com dinheiro próprio para autofinanciamento, os riscos são menores, na pior das hipóteses, perderá do que já se tem. Por outro lado, se o dinheiro é emprestado, além das perdas, terá que enfrentar as consequências e cobranças dos credores.

Nos negócios podemos até “pular de paraquedas” ou do “alto de um prédio”, entretanto, a exemplo das pessoas que praticam este tipo de esporte radical, é preciso investir tempo no planejamento, simular os movimentos no chão, certificar de que há um “paraquedas reserva” caso o “principal” não funcione. Com as empresas é semelhante é preciso cuidado, é preciso planejamento.

Independentemente de o empresário estar superendividado ou não, é o momento de se planejar e entender que as emoções são importantes nas relações humanas, no senso de valor, mas nos negócios é preciso subjugar a emoção com a razão. Afinal, não se pode comprar tudo que se deseja! Quando se compra algo, mesmo que ainda não se tenha consciência, renuncia-se a outra necessidade e desejo no futuro e, neste futuro próximo, pode-se até ter a ilusão de que o limite do cheque especial e o cartão de crédito são extensão do salário da família. E não são. Isto é dívida! Inclusive é hoje o principal fator de endividamento dos brasileiros.

Neste primeiro momento, para quem ainda não começou o planejamento, é preciso dar o primeiro passo: anotar tudo. Para isto, pode-se utilizar ferramentas informatizadas como os aplicativos de celular para controle financeiro. Eles têm se mostrado eficientes, pois permitem que se faça anotações de todas as despesas e receitas efetuadas e as que estão por vir. O próprio sistema organiza tudo, permite o acesso pelo computador, assegura a cópia de segurança pela internet e gera importantes relatórios que ajudarão a tomar decisões mais acertadas, como: definir claramente quanto de dinheiro realmente há disponível; até quanto que se pode gastar; se é melhor investir em compras a prazo ou à vista; se é momento de contratar ou demitir; se realmente é preciso contrair empréstimos; conhecer o limite das contrapropostas para negociações de dívidas vencidas, entre outros.

A revista Exame fez recentemente a comparação de diversos aplicativos para celular, a agilidade e praticidade destes aplicativos deixam tudo mais fácil. Você também pode digitar na linha de pesquisa do Google “Aplicativos financeiros”, desta forma encontrará muitas opções destes APP´s, escolha o seu e comece a se organizar agora mesmo. Ferramentas como estas somadas ao talento e garra do empreendedor são essenciais para a sustentabilidade dos negócios e equilíbrio das finanças podendo até transformar o devedor de hoje no poupador de amanhã!

ÚLTIMAS DO AUTOR

Peer-to-peer

  • 17/09/2019 04:38

Independência

  • 10/09/2019 02:54

Até Deus duvida!

  • 03/09/2019 02:26
Walter Roque Gonçalves

Walter Roque Gonçalves

Walter Roque Gonçalves é consultor de empresas, professor-executivo e colunista da FGV/ABS (Fundação Getúlio Vargas/América Business School) de Presidente Prudente.

Contato: fb.com/jkconsultoriaempresarial/

PUBLICIDADE