COTIDIANO

Desmistificando a Engenharia de Produção

  • 12/07/2019 04:52
  • Carlos Eduardo Turino

O profissional formado em Engenharia de Produção é responsável por garantir a eficiência dos processos produtivos de uma empresa. Em poucas palavras, é o profissional que vai fazer com que sua empresa produza mais, com menor custo. Basicamente, toda organização que possui uma linha de produção, precisa de um engenheiro de produção com objetivo de verificar, dimensionar e gerenciar os processos produtivos. Aliás, podemos dizer que o engenheiro de produção mescla conhecimentos técnicos com os de Gestão de Pessoas, Administração e, claro, com um toque de Economia.

Esse profissional poderá trabalhar com desenvolvimento organizacional da empresa, analisando e definindo a sua estrutura. E não paramos por aqui! O engenheiro de produção poderá ainda gerenciar a vida financeira de uma empresa, ou seja, seus custos, despesas, aplicações e recursos diversos. Mas, qual é o perfil do profissional que atua como Engenheiro de Produção?

Primeiramente, é importante que ele tenha capacidade de organizar processos. Raciocínio lógico também é uma característica bastante desejável para atuação nessa área. Também é importante destacar que ele precisará ter afinidade com Ciências Exatas e gostar de tecnologia, além de gostar de desafios.

A Engenharia de Produção combina uma série de conhecimentos, entre eles estão os de matemática, física, recursos humanos, pesquisa, finanças, gestão, tecnologia, otimização, gerenciamento de recursos e projetos, desenvolvimento de produtos e outros. Por poder atuar em diversas áreas de uma indústria, agronegócio ou serviços, o engenheiro de produção tem formação bastante generalista e, por isso, é um profissional cada vez mais solicitado no atual mercado de trabalho.

Para mostrar o quanto a profissão é abrangente, o engenheiro de produção, durante a sua faculdade, tem contato com as seguintes áreas: Gestão Econômica e Empresarial, Design Thinking, Desenho Mecânico, Química e Física, Custos e finanças, Engenharia Econômica, Desenvolvimento de Produtos, Gestão de Qualidade, Desenvolvimento de Produtos, Pesquisa Operacional, Engenharia de Operações e Processos de Produção, Estratégias de Produção, Controle de Produção, Distribuição e Logística, Gestão de Suprimentos, Sistemas e Processos de Fabricação, Gestão de Custos, pessoas, projetos e estoques, Projeto de Fábrica, Gestão de Serviços e Manutenções, Gestão Estratégica e Organizacional, Ergonomia e Segurança do Trabalho e outras. Ufa!

Está explicado por que o profissional de engenharia de produção é considerado pelo mercado como sendo “o cara”?

ÚLTIMAS DO AUTOR

Engenharia de Produção?

  • 06/09/2019 03:12
Carlos Eduardo Turino

Carlos Eduardo Turino

Carlos Eduardo Turino é mestre em Engenharia de Produção e coordenador do curso de Engenharia de Produção da Toledo Prudente Centro Universitário.

PUBLICIDADE