Pedro Silva - Projeto assinado pelo prefeito Nelson Bugalho facilita prática já existente no município

Foto: Pedro Silva - Projeto assinado pelo prefeito Nelson Bugalho facilita prática já existente no município

"ADOTE UMA PRAÇA"

Decreto facilita adoção de áreas públicas em Prudente

  • 17/08/2019 04:57
  • PEDRO SILVA - Especial para O Imparcial

Na manhã de ontem, no gabinete do Paço Municipal Florivaldo Leal, o prefeito de Presidente Prudente, Nelson Roberto Bugalho (PTB), assinou o decreto para a iniciação do projeto “Adote uma praça”. A iniciativa visa melhorar praças, canteiros e rotatórias da cidade unindo a sociedade e o poder público. Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Wilson Portella Rodrigues, a proposta já está em vigência. O principal objetivo do plano é o envolvimento da comunidade para a preservação de áreas públicas de Prudente.

O “Adote uma praça” é a facilitação de uma prática já existente, em que uma pessoa física ou jurídica pode, por meio de pedido oficial, tomar responsabilidade por um local público. O vereador Wellington de Souza Neves, Wellington Bozo (PSDB), conta que na Câmara Municipal há muitas solicitações de comércios, que têm localização perto de praças, para “adotar” esses locais e, assim, terem seus nomes vinculados à localidade. Antes essas petições eram demoradas e muito mais burocráticas do que a ideia do poder público implantou. Portella comenta que já existe demanda para a adoção dos locais.

 

Regras

Para ser adotado, o local deve ter no máximo 10 mil metros de área. A empresa ou pessoa que adquirir concessão deve manter o local limpo, em funcionamento e seguro. É permitido divulgar a marca, ou nome de quem adotou, mas não é vetado o uso do espaço para propaganda, também não é permitido o uso de placas reflexivas para essa divulgação.

O secretário de Meio Ambiente diz que, dependendo da dimensão do local solicitado, a Prefeitura irá ajudar na manutenção. Se os parâmetros não forem cumpridos, o convênio é imediatamente suspenso.

Resultados

Portella comenta que, com o decreto, é esperado maior envolvimento da população na preservação de locais públicos, ajudando no paisagismo da cidade e na questão ambiental do município. A inciativa veio do diretor técnico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e o prefeito solicitou a elaboração do projeto.

O secretário ainda pontua que esse projeto ajudará a conter gastos em Prudente, pelo envolvimento da população, pois, segundo ele, “nos dias de hoje se gasta muito com limpeza de áreas com depósito de resíduos de forma irregular”. “Você tem que levar máquinas, mão de obra, é uma mobilização muito grande e com a ajuda na conservação, teremos uma diminuição nos gastos”.

As secretarias municipais de Meio Ambiente e de Planejamento escolheram as localidades que serão disponibilizadas à adoção, e após esse processo passarão a fiscalizar o cumprimento dos parâmetros estipulados.