Cedida - Protestos ocorreram no Parque do Povo em Prudente

Foto: Cedida - Protestos ocorreram no Parque do Povo em Prudente

PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA

Decisão do STF gera protestos em Prudente

  • 19/11/2019 07:15
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

Na manhã de domingo, no Parque do Povo, em Presidente Prudente, ocorreram protestos contra a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a prisão em segunda instância, decisão que beneficiou presos como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que ficou 580 dias detido na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba (PR). Segundo informações da organização do movimento, aproximadamente 600 pessoas participaram das manifestações.

Conforme explica o presidente do movimento Vem para Rua Prudente e Aliança dos Movimentos Democráticos de Presidente Prudente, Chezlacki Júnior, a importância do manifesto foi demonstrar a indignação diante da decisão do STF. “Em 20 anos, mudaram quatro vezes a interpretação da lei, o que gera uma instabilidade política e econômica no país, e devido à decisão do STF, 85 mil presos, seja do colarinho branco ou não, serão soltos, o que não é justo”, ressalta.

Ainda neste contexto, Chezlacki explica que “tirando” a segunda instância, o pacote anticrime do Ministro da Justiça, Sergio Moro, perde todo o efeito. “Deixamos um apelo para que as pessoas participem mais para mudar o país, pois a política é construída no dia a dia”. Alinhado aos protestos, houve participação do Movimento Conservador de Martinópolis. A manifestação também ocorreu, simultaneamente, em diversas regiões do Estado e do país.