AI do HRCPP/Cedida - Alunos da Unipode participaram de apresentações de dança na abertura do Setembro Verde

Foto: AI do HRCPP/Cedida - Alunos da Unipode participaram de apresentações de dança na abertura do Setembro Verde

INTEGRAÇÃO

Dança anima abertura do Setembro Verde no AME

Alunos da Unipode (União das Pessoas com Deficiência) foram convidados pelo ambulatório para se apresentar neste primeiro dia de conscientização sobre a inclusão

  • 07/09/2019 05:28
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Na manhã de ontem, no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Presidente Prudente, alunos da entidade filantrópica Unipode (União das Pessoas com Deficiência) participaram da abertura do Setembro Verde, mês destinado a discutir e pensar estratégias de inclusão de deficientes à sociedade. Eles participaram de apresentações de dança, que empolgaram o público - pessoas que aguardavam atendimentos no ambulatório.

“O planejamento era para que eles apresentassem cinco músicas, mas o pessoal gostou tanto que acabaram dançando mais três”, afirma, contente, a professora de educação física, Solange Santos Montali, 55 anos, que desenvolve essas atividades com adultos e idosos com deficiência física, auditiva, visual, autismo, entre outros. Ela afirma que eles evoluem muito com as atividades esportivas, artísticas e pedagógicas, pois exercitam coordenação e treinam a atenção. A felicidade dos alunos da entidade era visível nos rostos e sorrisos, sempre animados, quando contavam sobre as atividades que desenvolveram.

Ao longo do mês

A supervisora de serviço social do AME, Mayara Lima Lopes, 32 anos, lembra que o verde, cor que representa a campanha do mês, representa a esperança, “de uma sociedade mais justa e aberta a receber todas as pessoas”.

Neste mês, várias ações serão realizadas pelo ambulatório, além da abertura, haverá roda de conversa com pacientes da fisiatria, especialidade médica que se dedica à reabilitação. Terá, também, palestra com psicóloga, apresentações de outras associações assistenciais, entre elas, a Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos de Presidente Prudente, e na última semana de setembro, a apresentação de um vídeo demonstrando o trabalho desenvolvido pela equipe de fisiatria.

Programação

- Segunda-feira, dia 9, às 10h e 15h: Oficina de sensibilização com os colaboradores, no pátio do AME;

- Dias 16 e 17, às 10h: Roda de conversa com pacientes e familiares do Serviço de Reabilitação Lucy Montoro (fisiatria);

- Dia 20, às 9h: Apresentação da Banda da Associação dos Cegos de Presidente Prudente, no pátio do AME;

- De 23 a 27/09: Exposição audiovisual no corredor do Serviço de Reabilitação Lucy Montoro.