Transporte individual

Criado por prudentinos, app quer competir com Uber

Chame Car, ferramenta genuinamente prudentina, já soma aproximadamente 60 motoristas credenciados.

  • 01/09/2018 06:02
  • ANDRÉ ESTEVES - Da Redação

Além do Uber, outros aplicativos começaram a compor o cenário do transporte individual de passageiros em Presidente Prudente. Entre eles está o Chame Car, uma ferramenta genuinamente prudentina que já soma aproximadamente 60 motoristas credenciados. De acordo com o responsável pelo serviço, Cláudio José da Silva, as principais vantagens do software são os valores ainda menores do que aqueles praticados pelo Uber, a cobrança de R$ 5 por dia ao condutor e o fato de não haver os preços dinâmicos, ou seja, mais altos do que o convencional em virtude do aumento de demanda em determinados períodos do dia. O aplicativo, que está há um mês em funcionamento, também ganhará um escritório-sede em Prudente, sendo que a ideia de Cláudio é expandir a marca gradualmente para outras cidades da 10ª RA (Região Administrativa) do Estado de São Paulo.

O representante explica que o Chame Car segue os mesmos moldes do Uber. Ao fazer o download gratuito do aplicativo em seu celular, o usuário pode escolher o destino que deseja e simular os valores do trajeto. O diferencial nesse sentido é que, para as mulheres, há a opção de escolher uma motorista do sexo feminino, considerando que há aquelas que se sentem mais seguras viajando com uma condutora. Cláudio acrescenta que o software, assim como o Uber, atenderá ao regulamento publicado pela administração municipal por meio de decreto, cuja vigência se inicia em 1º de outubro. Para tanto, os motoristas deverão estar devidamente credenciados junto à Semav (Secretaria Municipal de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública).

O profissional, que já trabalhou no ramo do táxi, explica que a ideia de criar o software surgiu após verificar a queda nos serviços prestados pelos taxistas. Com isso, decidiu implantar uma ferramenta que agregasse tanto os colegas de profissão quanto aqueles condutores que apostam nos aplicativos de transporte individual. “O meu objetivo é que todos trabalhem em conjunto, sem brigas e concorrência”, pondera.

Urban Passageiro

Outro aplicativo também em operação na cidade é o Urban Passageiro, que contempla serviços prestados por carros populares, carros executivos, motoristas mulheres e minivan com seis passageiros. O software não dispõe de tarifas dinâmicas e pode ser baixado na App Store ou na Google Play, dos sistemas iOS e Android.