Cratera gera aparição de escorpiões em Anastácio

Moradora afirma que só na última semana encontrou dois; Prefeitura diz que reparo no local é feito de forma gradativa

THIAGO MORELLO - Da Redação • 13/02/2018 13:02:48

. Foto: Cedida / Nayara Nagima, Local também tem sido favorável para riscos com a dengue e servido como depósito de lixo

Cratera que gerou mato alto, que por sua vez ocasionou a aparição insetos, principalmente escorpiões. É diante deste cenário que os moradores da Rua Expedicionário José de Sousa, em Santo Anastácio, convivem diariamente. Em situação de medo, tal condição fez com que buscassem ajuda até do Poder Legislativo. O “grande buraco”, como dito por eles, era para ser utilizado para a construção de uma galeria, o que não ocorreu.

Em representação dos munícipes que por ali residem, a moradora Nayara Nagima conta que o cenário tem gerado desconforto para eles, uma vez que, assim como ela, muitos possuem filhos pequenos. Aliás, ela lembra que, recentemente, duas crianças foram picadas por escorpião. “Só na semana passada eu achei dois. Eu realmente o vi andando e está aparecendo na casa de todo mundo. Eu tenho um filho de 5 anos e outra de 7 e não tem como conviver assim”, pontua.

Nayara também menciona que a situação é essa há seis meses. À reportagem, ela argumenta que a cratera, na verdade, é um buraco que foi aberto para a construção de uma galeria, no entanto, isso não foi feito. Fora o risco maior, com o escorpião, o local também tem sido favorável para riscos com a dengue, além de ser utilizado irregularmente por moradores de outras localidades, que depositam lixo no espaço. “São quase 200 metros de extensão e um de profundidade”, completa.

Tal situação fez com que eles procurassem ajuda do Legislativo, por meio do vereador Bruno Lozzi. Sobre isso, ele diz que estão procurando meios para melhorar a situação e para que o mato seja roçado. “Como não é uma área regularizada, não conseguimos obrigar a Prefeitura a limpar”, ressalta. A ideia, segundo ele, era formar um mutirão com os moradores, para que possam viabilizar a limpeza. Bruno ainda enfatiza os casos de picada de escorpião e lembra que “é muito preocupante”.

 

Outro lado
A Prefeitura foi procurada e questionada quanto à situação do local. Foi levantado também, se o espaço realmente era para a construção de uma galeria. Por meio de nota, a Assessoria de Imprensa do Executivo apenas disse que o órgão já providenciou o reparo no local. “O trabalho está sendo realizado conforme a disponibilidade dos maquinários e equipes, pois frequentemente o maquinário sofre alguma danificação, acabando atrasando alguns trabalhos”, finaliza.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste