Marcos Sanches/Secom- Empresas de ônibus suspenderam e reduziram alguns horários em Prudente

Foto: Marcos Sanches/Secom- Empresas de ônibus suspenderam e reduziram alguns horários em Prudente

ALTERAÇÕES

Covid-19: mudanças no transporte rodoviário

Artesp autoriza as empresas a realizarem readequação operacional, considerando a redução da demanda de passageiros

  • 24/03/2020 05:19
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

Diante do cenário de pandemia de Covid-19 no Brasil, algumas medidas foram tomadas nas esferas municipal, estadual e federal, no que diz respeito à suspensão e redução de linhas no transporte rodoviário. Em Presidente Prudente, a administração do Terminal Rodoviário Comendador José Lemes Soares informa que as empresas de transporte suspenderam e/ou reduziram alguns horários de linhas, a fim de prevenir e combater o coronavírus, no município.

Conforme o levantamento feito pela administração do terminal, a Viação Garcia suspendeu as linhas para o Paraná (PR), assim como a Guerino Seiscento, que, além desta suspensão, atua com circulares intermunicipais com horários reduzidos. As viagens intermunicipais pela Jandaia também sofreram alteração nos horários.

A empresa Cantelle, segundo a administração da rodoviária, suspendeu as linhas para Palmas, no Tocantins, e Santa Maria, no Rio Grande do Sul. A Lopes Sul para os Estados da Bahia (BA) e Tocantins (TO). A Planalto para Palmas (TO) e Porto Alegre (RS). Já a Expresso Maringá está com linhas suspensas para Campo Grande, Mato Grosso do Sul e Maringá (PR).

Tem suspensão também nas linhas para o Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul da empresa Hélios. Já a Eucatur, além do Paraná, suspendeu as viagens para Santa Catarina. A Gontijo não tem mais ônibus para Campo Grande e Belo Horizonte, em Minas Gerais. A Viação Motta suspendeu as viagens para o Rio de Janeiro e Goiás. Além de Goiás, a Lopes Tur está com as linhas para o Rio Grande do Sul suspensas.

Em suas redes sociais, a Andorinha informa que está em alerta sobre a pandemia do coronavírus, e que a prioridade é a segurança e bem-estar de seus passageiros e colaboradores. Para tanto, intensificou e adicionou novos protocolos de higienização em todo interior de seus ônibus. As linhas interestaduais do Paraná, por sua vez, estão parciais ou totalmente suspensas visando atender ao Decreto 4.263 do Estado paranaense. Já o itinerário Campo Grande (MS) x Rio de Janeiro (RJ), que tem como conexão Presidente Prudente, se mantém em suspensão parcial por 15 dias. A empresa pontua também, que no período de 17 a 27 deste mês, estão suspensas as cobranças de taxas para a remarcação de passagens em viagens interestaduais (até o horário da partida). Da mesma forma, será permitida a remarcação, até o horário de partida do ônibus, em viagens intermunicipais.

A administração do terminal rodoviário pontua que as mudanças e atualizações são diárias, seguindo os decretos publicados pelos governos municipal, estadual e/ou federal. Desta forma, reforça que os novos horários devem ser consultados nos sites das empresas ou pelo telefone das mesmas.

ORIENTAÇÕES

DA ARTESP

Em nota, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) divulga orientações e recomendações às 91 empresas de ônibus que integram o Sistema Intermunicipal de Transporte de Passageiros do Estado, para a prevenção ao contágio do novo coronavírus. Atualmente, o sistema transporta diariamente mais de 320 mil passageiros em média nas modalidades suburbana e rodoviária, que somam mais de 12 mil viagens diárias no Estado, segundo a agência.

Para tanto, autoriza as empresas realizarem readequação operacional, considerando a redução da demanda devido às medidas tomadas pelas empresas em geral - adoção de home office para parte dos funcionários ou mesmo a interrupção de atendimento, como no caso de escolas e instituições de ensino superior.

 “As empresas de ônibus poderão reduzir em até um terço o número de horários oferecidos, desde que os índices de ocupação atendam aos parâmetros estabelecidos pela legislação que regulamenta o serviço [Decreto 29.913/89]. A suspensão dos horários não pode ocorrer quando houver passagens vendidas antecipadamente. A Artesp irá acompanhar essa medida e poderá determinar a retomada de horário suspenso se entender que isso é necessário”, explicou em nota.