TAÇA PAULISTA

Corinthians PP enfrenta Jalesense pela 2ª rodada

Equipe prudentina busca mais uma vitória na competição, jogando fora de casa, a partir das 15h, hoje

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 30/09/2018 05:58:00

Foto: Marcio Oliveira - Com dias intensos, equipe teve semana cheia para treinar após estrear com vitória

O Esporte Clube Corinthians Presidente Prudente entra em campo hoje, pela Taça Paulista 2018. Em jogo válido pela segunda rodada da competição, o clube prudentino busca mais uma vitória após a estreia no último final de semana, quando venceu o Lins por 3 a 1. Desta vez, diante do Jalesense, o time comandando por Bruno Monteiro enfrenta seu primeiro desafio fora de casa, em Jales, a partir das 15h.

De acordo com o treinador, ao contrário do primeiro jogo, onde não tinha conhecimento algum sobre o adversário, desta vez a equipe conseguiu imagens para treinar em cima daquilo que pode ser estudado do rival. “Temos todo o material do jogo passado deles, já estamos realizando a análise da equipe minuciosamente, mas é pouco, é apenas um jogo. Mas dentro das imagens que temos estamos tentando adaptar e montar uma estratégia”, explica o técnico.

Com dias intensos de trabalho, Bruno destaca a semana cheia para treinar o grupo, algo que é raro no cenário nacional. “Tem sido muito proveitosa. Infelizmente tivemos o contratempo se o jogo iria ocorrer na quinta ou no domingo, mas conseguimos manter aos trabalhos focados nos objetivos que queremos”, afirma.

Com jogadores chegando ao longo da semana, o treinador explica que o ambiente no clube está bom, principalmente devido a vitória conquistada. “Gerou muita confiança, estabilidade no grupo, traz um ambiente bom que hoje temos no clube e dá tranquilidade também para que os atletas possam trabalhar, pra gente poder desenvolver nosso trabalho da melhor forma possível, e assim as coisas fluem com menos pressão possível”, enfatiza, colocando os jogadores como principais “culpados” pelo ambiente positivo. “Os atletas têm cooperado pra isso, um grupo harmônico depende dos atletas em si, então fica fácil gerir este grupo, principalmente quando todos se ajudam”, destaca.

Com expectativa de bom resultado, o amadurecimento da equipe também ganha bons olhos do professor. “Vamos competir lá forte, como foi na estreia, ou talvez até mais, porque o peso de estreia já foi embora. Acredito que a equipe tenha amadurecido durante essa semana, conseguimos trabalhar tanto dentro de campo quanto fora, para ganhar o tempo de evolução, já que o tempo de um jogo para o outro é curto”, pontua.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste