Cotidiano

Contexto Paulista

Apoiando-se numa robusta base tecnológica que gera produtos com alto valor agregado em diversos setores econômicos, a indústria paulista é a mais moderna e diversificada da América Latina. Esses fatores têm impulsionado a atração de investimentos empresariais em diversas regiões do Estado, beneficiando especialmente o interior paulista, com a descentralização industrial. Este ano, o Estado de São Paulo foi eleito o melhor Estado da América Latina para atrair investimentos, de acordo com o ranking de competitividade da revista britânica fDi, editada pelo grupo Financial Times. De acordo com a agência Investe SP, ligada ao governo estadual, são 12 os setores estratégicos do Estado de São Paulo:

26/09/2018 06:26:00

São Paulo se fortalece em

12 setores estratégicos

Apoiando-se numa robusta base tecnológica que gera produtos com alto valor agregado em diversos setores econômicos, a indústria paulista é a mais moderna e diversificada da América Latina. Esses fatores têm impulsionado a atração de investimentos empresariais em diversas regiões do Estado, beneficiando especialmente o interior paulista, com a descentralização industrial. Este ano, o Estado de São Paulo foi eleito o melhor Estado da América Latina para atrair investimentos, de acordo com o ranking de competitividade da revista britânica fDi, editada pelo grupo Financial Times. De acordo com a agência Investe SP, ligada ao governo estadual, são 12 os setores estratégicos do Estado de São Paulo:

 

  • Aeroespacial e Defesa – Maior polo aeroespacial da América Latina, São Paulo responde por 73% das unidades, 95% do pessoal ocupado e 96% do valor da transformação industrial do setor aeronáutico brasileiro.

 

  • Agronegócios – Com expressiva participação na balança comercial brasileira, São Paulo é o maior produtor mundial de laranja e cana-de-açúcar, destacando-se ainda na produção de carne bovina e outros produtos agrícolas.

 

  • Alimentos – São Paulo está entre os principais produtores de alimentos industriais do mundo, concentrando cerca de 35,5% da produção industrial de alimentos no Brasil. Além disso, é referência no comércio e na prestação de serviços no setor.

 

  • Automotivo – 15º maior produtor de veículos do mundo, o Estado de São Paulo é berço da indústria automobilística do Brasil, concentrando mais de 41% das fábricas do complexo automotivo nacional.

 

  • Economia Verde – Maior mercado de economia verde do país, 142 mil empresas atuam no setor em São Paulo, empregando 1,6 milhão de pessoas, com destaque para os setores de Biocombustíveis e Energias Renováveis.

 

  • Máquinas e Equipamentos – São Paulo responde por 57% do valor da transformação industrial e 49% do pessoal ocupado (cerca de 288 mil empregados) no Brasil, desempenhando um papel de vanguarda na geração de novas tecnologias.

 

  • Mercado Imobiliário – Com mais de 90% de sua população concentrada em áreas urbanas, São Paulo dispõe de 20% do total de habitantes do Brasil e representa 28% do PIB nacional da construção civil.

 

  • Pesquisa e Desenvolvimento – Com uma das melhores estruturas da América Latina, São Paulo dispõe de uma rede intensiva de universidades, centros de pesquisa, incubadoras e parques tecnológicos, respondendo por 86% dos investimentos recebidos no setor.

 

  • Petróleo e Gás Natural – Além de abrigar 34% dos fornecedores nacionais de equipamentos e serviços voltados para o setor, São Paulo conta com cinco refinarias que representam 42,7% da capacidade do País e um enorme potencial extrativo com as descobertas no pré-sal.

 

  • Saúde e Ciências da Vida – Líder no setor e com excelente estrutura de pesquisa e mão de obra qualificada, São Paulo abriga 38% das empresas de biociências e 71% da indústria farmacêutica do Brasil, bem como 53% do total de pessoas que trabalham no setor. O setor de equipamentos, dispositivos e materiais de saúde também apresenta grande relevância no estado, que concentra 59% da indústria nacional.

 

  • Serviços Financeiros – São Paulo concentra mais de 31% das agências bancárias e 32% das operações de crédito no Brasil. A capital do Estado abriga a BM&FBovespa, uma das cinco maiores bolsas de valores do mundo.

 

  • Tecnologia da Informação e Comunicação – Maior polo de TIC (tecnologia da informação e comunicação) do Brasil, São Paulo concentra 41% da indústria nacional de equipamentos de informática, além de uma ampla oferta de serviços voltados para computadores, tablets e smartphones.

 

Apoio às santas casas

O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) aprovou a criação de uma linha de crédito para atender a santas casas e hospitais filantrópicos. A decisão foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) no último dia 19. O programa destinará R$ 956,4 milhões para entidades em 2018, que poderão ser usados para reestruturação financeira e financiamento de construção ou reforma das instalações e também para aquisição de equipamentos, bens de consumo duráveis e de tecnologia da informação.

 

Bicicleta nas cidades

22 de setembro marcou não apenas o início da primavera, mas também o Dia Mundial Sem Carro, que visa estimular a reflexão sobre o uso do automóvel e propor às pessoas que reduzam a dependência dos carros e motos. Para melhorar a mobilidade nas cidades, foi proposto no Congresso Nacional o PBB (Programa Bicicleta Brasil), com previsão de recursos para a melhoria da mobilidade urbana e o incentivo ao uso de bicicletas em Estados e municípios com mais de 20 mil habitantes. Se for transformado em lei, os recursos para o programa virão de parcela da arrecadação de multas de trânsito, parcela da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) combustíveis, dotações orçamentárias, além de contribuições e doações.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste