Paulo Miguel - Representando os contabilistas, Victor e Sérgio conheceram atrativos do coworking ontem

Foto: Paulo Miguel - Representando os contabilistas, Victor e Sérgio conheceram atrativos do coworking ontem

FOMENTO AO SETOR

Contabilistas conhecem espaço coworking da Fundação Inova

Rogério Alessi, titular da Setec, reuniu-se ontem com empresários da contabilidade para apresentar a eles novas ideias e propostas para empresas do segmento

  • 23/08/2019 08:35
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

“O mais importante é o networking, você colocar vários profissionais com habilidades diferentes para que eles possam se conhecer, interagir, trocar experiências, compartilhar ideias e somar clientes”. Esse é o diferencial que o secretário de Tecnologia da Informação de Presidente Prudente, Rogério Marcus Alessi, enxerga a respeito do mais novo projeto desenvolvido pela Fundação Inova Prudente. Em reunião na manhã de ontem, ele apresentou aos profissionais da contabilidade de Prudente os novos espaços destinados a abrigar pequenas empresas, por meio do formato coworking - até que estas se fortaleçam e tenham condições de “alçar voos maiores”.

“Nós convidamos os contabilistas para que eles viessem conhecer essa proposta da Inova Prudente, a qual permite que empresa de inovação, base tecnológica e prestação de serviços possam se instalar aqui, são 30 vagas fixas. As exigências legais que são feitas às empresas, nós temos como cumprir. Os valores são a partir de R$ 100 mensais, inclusos a internet, limpeza, energia elétrica, entre outros”, completa o titular da Setec, que faz questão de enfatizar que está disponível, também, o pacote para escritório virtual, no qual, com R$ 500 anuais, o empreendedor tem o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) vinculado ao endereço da fundação, recebe correspondências e afins no local, mas realiza as atividades de onde preferir.

Alessi salienta que esta parceria possui vantagens mútuas, tantos aos empresários quanto à Prefeitura. “Todas as taxas cobradas permitem darmos autossuficiência ao Inova. Todos os espaços locados garantem uma receita de cerca de R$ 30 mil. Esse valor é mais do que suficiente para manter todo o custeio da fundação. Ajuda o empreendedor sem onerar o poder público”.

Contabilistas

O diretor regional do Sescon (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e pesquisas do Estado de São Paulo), Victor Alves de Almeida Veiga, 41 anos, afirma que o espaço “é algo inovador, uma proposta nova que veio para solucionar muitos problemas”.

Já o presidente da Assescopp (Associação das Empresas de Contabilidade de Presidente Prudente), Sérgio Voltareli do Monte, descreve alguns entraves enfrentados pelos empreendedores no município. O contabilista afirma que ele se deparou diversas vezes com pequenos empresários que precisavam de um CNPJ, e acabavam, muitas vezes, por abrir suas empresas fora da cidade e até da região. “Aqui ele tem uma possibilidade muito boa, pois além de poder se instalar de forma rápida e fácil, não tem muito entrave burocrático, além da possibilidade de networking, pois ele vai conhecer vários profissionais de diversas áreas, podendo desenvolver ainda mais seu negócio”, pontua.

Alessi informa que um edital já está aberto para os empreendedores interessados nos pacotes de parceria. Basta entrar em contato com a Fundação Inova Prudente. Ele lembra, também, que a permanência nos espaços é rotativa e de no máximo cinco anos.