Consumo de hortaliças tem aumento no verão

ANNE ABE • 13/01/2018 12:26:30

Em meio ao verão e às temperaturas elevadas, o consumo de verduras e legumes aumenta, ocupando o lugar das comidas quentes e calóricas. Ricas em fibras, as folhas acabam sendo opções de alimentação leve e nutritiva, dando saciedade e colaborando na digestão. Para tanto, a nutricionista Sandra Cristina Genaro indica que o ideal é o consumo diário de 400 a 500 gramas de frutas, verduras e legumes.

“No inverno, o pessoal esquece de comer verduras. Já no verão, é preferível alimentos leves e de fácil digestão. Então, os legumes e verduras pesam menos no organismo, por serem menos calóricos”, complementa. Dessa forma, a profissional explana que as refeições precisam apresentar uma variedade de folhas e cores. “Há verduras ricas em ferro, vitamina C, betacaroteno. Cada uma delas tem um valor nutricional específico e a variedade faz as pessoas ingerirem mais nutrientes”, explana.

Além disso, com o baixo teor calórico, a nutricionista diz que, para os que desejam emagrecer, as verduras são uma boa opção, pela fácil digestão. A esses, uma dica passada é iniciar as refeições com um prato de salada, pois as fibras garantem a saciedade e evitam o consumo de mais carboidratos na sequência.

No entanto, Genaro aponta que os molhos e temperos também acumulam calorias e precisam ser moderados. Uma alternativa é utilizar iogurte natural, azeite de oliva extra virgem, combinar ervas aromáticas e o limão natural. “Não adianta a pessoa montar um prato só de salada e abusar nos molhos, pois eles também pesam pelas calorias. É recomendado ainda dar preferência aos vegetais orgânicos, que não utilizam agrotóxicos na produção”, conclui.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste