Consumo de alimentos orgânicos previne doenças

Assunto voltou à tona após projeto de lei que autoriza utilização de mais agrotóxicos ter sido aprovado na Câmara dos Deputados

THIAGO MORELLO - Da Redação • 10/07/2018 08:31:00

Comum na mesa dos brasileiros, tomate é um dos alimentos que mais possuem agrotóxicos. Foto: Arquivo

Para que um alimento seja caracterizado como orgânico, muitos fatores são levados em conta, como o próprio tipo de solo e o manejo, por exemplo. Fato é que o uso dos mesmos sempre foi enfatizado como uma forma de prevenir doenças, como já foi cientificamente provado. O assunto foi colocado em pauta mais uma vez, após um PL (projeto de lei) que autoriza a utilização de mais agrotóxicos ter sido aprovado em Comissão Especial da Câmara dos Deputados no dia 25 de junho. No momento, a propositura segue para ser votado no plenário da casa e, por conta disso, tem mobilizado as redes com a #PLdoVeneno, no qual artistas, ativistas e a população interessada de modo geral, se posicionam em movimentação contrária.

Se aprovada no plenário, a legislação facilitará o processo de registro e a comercialização de agrotóxicos no país, causando impactos ambientais, à saúde dos trabalhadores rurais e à sociedade. Mas o que isso interfere na sua vida? Para a nutricionista Sandra Cristina Genaro, uma vez que isso ocorra, a utilização de alimentos orgânicos acaba sendo cada vez mais indicada. Aliás, ainda de acordo com ela, hoje, o Brasil já possui o uso de agrotóxicos de forma “indiscriminada e sem controle”.

“Hoje, o problema é a quantidade de agrotóxicos colocada nos alimentos, e alguns que já são vistos como venenos. Isso abre parênteses para problemas na saúde”, completa Sandra. Com isso, a indicação pelos orgânicos fica cada vez mais forte. Entretanto, ela afirma que há uma resistência da sociedade em optar pelo uso, por conta do preço. “Mas nem é tão diferente assim o valor, e você acaba ajudando na sua saúde”, pontua. É válido lembrar que para um alimento ser considerado orgânico são considerados os tipos de solo e água utilizados, além da obtenção do selo e outra série de fatores.

Sendo assim, a dica, ainda de acordo com a nutricionista, é sempre optar pelo orgânico. Questionada sobre possíveis maneiras de “desintoxicar” um alimento não orgânico e que possui agrotóxicos, ela responde que “infelizmente não tem como reduzir”. “Na verdade, existem teorias, como a aplicação do iodo, mas deve-se tomar cuidado, pois o excesso também acaba sendo tóxico”, pontua.

A título de curiosidade, outro assunto movimentou a internet nos últimos dias, no qual um possível projeto de lei viabilizaria a proibição da venda de alimentos orgânicos nos supermercados, no entanto, trata-se de uma inverdade.

SAIBA MAIS

Lista de alimentos que mais possuem agrotóxicos no Brasil:

- Pimentão;

- Morango;

- Pepino;

- Alface;

- Cenoura;

- Abacaxi;

- Beterraba;

- Couve;

- Mamão;

- Tomate.

Fonte: Sandra Cristina Genaro, nutricionista

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste