COTIDIANO

Consumo de água deve ser feito com parcimônia e responsabilidade

  • 22/03/2019 04:10

Certamente, uma das primeiras atividades que você realizou antes de abrir este periódico, exatamente nesta página, foi abrir uma torneira. Diariamente, a água é o nosso consumo inicial, seja para lavar o rosto, escovar os dentes ou fazer aquele café revigorante. E ao longo do resto do dia, o seu uso é indispensável, afinal, precisamos dela para o preparo de refeições, atividades domésticas, hidratação, higiene pessoal e até mesmo para outros caprichos, como encher uma piscina ou lavar uma calçada ou veículo.

O fato é que, sendo tão constantemente utilizada, a importância da água nos passa despercebida na maioria das vezes e, por conta disso, nem paramos para pensar que, ainda que abundante e de acesso democrático, a água é um luxo.

Hoje, dia 22 de março, é comemorado o Dia Mundial da Água, uma data que propõe a reflexão sobre a necessidade do consumo consciente e da preservação dos recursos hídricos. Isso porque, embora a nosso dispor, eles são finitos e, por esta razão, não podem ser desperdiçados. Além dos cuidados básicos que devemos ter com o manejo da água no dia a dia, é preciso pensar na conservação dos cursos d’água, que contribuem para a manutenção da biodiversidade e o abastecimento de toda a população.

Enquanto consumidores, nossos deveres são muito simples e podem ser praticados sem dificuldade no próprio ambiente doméstico, como tomar banhos mais curtos e fechar a torneira enquanto escovamos os dentes ou lavamos a louça.

Outra atitude a ser adotada é a conservação das nascentes, comumente degradadas pela ocupação irregular do homem, que a utiliza para o plantio de pastagem, construção de moradias, disposição inadequada de resíduos e o trânsito livre de animais para dessedentação. Com pequenos gestos voltados ao meio ambiente e ao consumo adequado da água, não só construiremos um mundo mais sustentável, como garantiremos que as futuras gerações também tenham direito a este bem precioso.