Marco Vinicius Ropelli: Iara e Emerson abriram, com discursos, a apresentação dos novos conselheiros

Foto: Marco Vinicius Ropelli: Iara e Emerson abriram, com discursos, a apresentação dos novos conselheiros

COMUCPP

Conselheiros representam diversidade cultural

Em evento na Câmara Municipal de Presidente Prudente, a presidente Iara Oliveira, apresentou à sociedade os 92 novos componentes do poder público e sociedade civil

  • 06/09/2019 07:40
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Na manhã de ontem, no plenário da Câmara Municipal de Presidente Prudente, foi apresentada à sociedade prudentina, os novos representantes do COMUCPP (Conselho Municipal para Políticas Culturais de Presidente Prudente). Ao todo 92 conselheiros, vindos do poder público e sociedade civil irão fiscalizar as verbas para políticas culturais, propor novas ideias, entender as demandas e fazer uma “ponte” entre a sociedade e os poderes do município.

A necessidade de aumentar a representatividade dentro do conselho surgiu na mente da presidente do COMUCPP na gestão 2019/2020, Iara Oliveira de Carvalho, 40 anos. “O conselho, quando assumi, não tinha muitos representantes da sociedade civil de setores como cultura afro, oriental, teatro, música. O conselheiro garante a representatividade, se não, não conseguimos entender a demanda de cada seguimento”.

A própria presidente entrou para o conselho a partir das experiências artísticas que desenvolve, tendo sido, por anos, produtora cultural. Fez curso de teatro, licenciatura em artes visuais e se aproximado, durante a faculdade, do cinema, arte que representa no grupo. Todas as expressões artísticas estão presentes a partir de conselheiros. “O conselho é bastante representativo. É composto por 23 representantes do poder público e mais 23 suplentes. Outras 23 pessoas da sociedade civil e seus suplentes, que representam o seguimento de teatro, artes visuais, literatura, cultura oriental, afro, música, dança, artesanato, Sesc, Senac, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), instituições de ensino superior”, completa Iara.

A presidente e seu vice, o representante da OAB, Emerson Almeida Nogueira, destacam que esta é a primeira vez que representantes da sociedade civil ocupam os maiores cargos do conselho. “Isso é bom, pois ninguém consegue traduzir as experiências culturais sem tê-las vivido”, completa Iara, enquanto enfatiza a riqueza cultural muitas vezes escondida em bairros prudentinos.

Evento

A apresentação dos conselheiros no plenário da Câmara contou com a presença de diversos vereadores prudentinos, que compuseram a mesa principal ao lado dos presidentes do COMUCPP. Os representantes da sociedade fizeram discursos, destacando, especialmente, a importância da diversidade na representação cultural do município. Todos os novos conselheiros foram apresentados à sociedade.

Abriu o evento, o comerciante e cantor prudentino, autointitulado Kazu Reis, apresentando com voz e violão uma canção da cultura japonesa. O artista fará parte do conselho, representando a música e a cultura nipônica. “Eu vejo com muita satisfação, uma necessidade, até. O artista tem um feeling diferenciado. É um dever preservarmos a cultura. No meu caso, eu fico admirado pela tradição do povo japonês, eles elevam a cultura como algo imprescindível para a sociedade, para civilizar as pessoas”, salienta Kazu.