COTIDIANO

Conscientização e paciência são os melhores caminhos para fim do vício

  • 28/05/2019 04:00

Quem nunca ouviu falar: “cigarro faz mal à saúde”. Para quem não fuma, algo óbvio e fácil de ser ouvido e compreendido. Mas, para quem está no vício, ouvir esta frase não é algo tão fácil assim. Uma mistura de sentimentos vêm à tona como: raiva, tristeza, fraqueza, entre tantos outros. Quem fuma, sabe muito bem o mal que o cigarro faz, pois convive com as consequências, ora simples, ora mais avançadas.

O fumante conhece, mais do que qualquer outra pessoa, todos os malefícios deste vício, incompreensível para quem não é fumante. Difícil julgar quem está nesta caminhada. E, principalmente, quem já tentou parar por tantas vezes, mas não consegue.

Não adianta apenas falar ao fumante que o cigarro faz mal. É preciso ajudá-lo em todo o processo, encorajá-lo e ajudá-lo a entender, de uma vez por todas, que a fase da abstinência não será algo simples, porém, que será algo que só fará ver a vida de maneira diferente e, certamente, melhor.

Como noticiado neste diário, o Dia Mundial Sem Tabaco é uma data celebrada anualmente dia 31 de maio. Criada pela OMS (Organização Mundial da Saúde), a campanha tem como objetivo chamar a atenção para a epidemia do tabaco e para as mortes que causa, informando ao público sobre os perigos do uso, as estratégias da indústria e as ações para o controle do tabagismo. Conforme o material, a dependência do tabaco acontece logo depois da pessoa experimentar o primeiro cigarro, uma vez que 90% do conteúdo é a nicotina, que atinge o cérebro em 10 segundos.

Dizer que o cigarro pode provocar muitos males não é exagero. Ele causa, entre tantas outras doenças: hipertensão arterial, infarto do miocárdio, aterosclerose, bronquite crônica, angina pectoris, enfisema pulmonar, cânceres... As ações educativas e de conscientização são as melhores formas de atingir o “coração” e a “cabeça” de quem fuma.

Não desista deste seu amigo, familiar, vizinho, que fuma. Ajude-o a sair dessa. Compreenda suas fraquezas e colabore para que ele deixe este vício de vez!