Foto:

Condicionamento físico amplo

  • 27/09/2019 04:59
  • Jair Rodrigues Garcia Júnior

A quantas anda seu condicionamento físico (CF)? Você já fez ou conhece alguém que fez um teste para medir o condicionamento físico? Provavelmente não, pois os testes realizados em academias medem alterações na composição corporal e duas ou três capacidades físicas. Acredite, isso é pouco para saber seu nível de condicionamento físico.   

Objetivos do treinamento

As pessoas frequentam academia, correm na rua, praticam natação, crossfit, etc, por diferentes motivações e objetivos. Sempre há um contexto envolvido, mas o que realmente determina o empenho e a continuidade na prática é o por quê. Quando a resposta dada a si mesmo tem um significado forte, a continuidade é certa e a pessoa se dispõe a correr uma maratona (42 km), por exemplo. Pergunte a si mesmo, qual é seu objetivo e por quê?

Competição

Este é um objetivo de poucos praticantes. Apesar de crianças até adultos participarem de competições diversas, poucos são aqueles que têm o treinamento voltado para a competição e para a obtenção de seu melhor desempenho e colocação entre todos os demais. Neste caso, o CF se limita às capacidades necessárias para o esporte.

Estética

Numa sociedade de valorização da aparência, da vaidade e da exposição, principalmente nas redes sociais, a pessoas querem se mostrar magras, musculosas, com definição e simetria do corpo. O treinamento auxilia muito, porém o CF não se desenvolve em proporção ao volume ou à definição da musculatura.

Socialização

Fazer parte de um grupo – as jogadoras de vôlei, os corredores, os nadadores, etc – é uma satisfação e necessidade para muitas pessoas. As relações do esporte extrapolam para a vida social e a integração e motivação são constantes. Porém, o CF também fica limitado às capacidades desenvolvidas pelo esporte praticado.

Saúde

Desde os anos 1970, quando o método de corrida do Dr. Kenneth Cooper começou a ser mundialmente divulgado, esse é o objetivo campeão dos praticantes. Nele está incluído também o de emagrecimento (mais a motivação estética). Até dez anos atrás, o treinamento, para efeitos de saúde, deveria proporcionar melhora de três capacidades – aptidão aeróbia, flexibilidade, resistência muscular localizada (RML) – mais a composição corporal.

Condicionamento físico metabólico

Atualmente, as capacidades necessárias são mais numerosas. Por exemplo: bem treinado você consegue correr durante 1h. Mas consegue correr e fazer centenas de repetições de exercícios localizados, com e sem sobrecargas, exigindo diferentes grupos musculares, de forma intermitente, até quase a fadiga, com pausas breves? Isso durante 20, 40 min ou mais? Essa condição diferenciada é denominada de condicionamento físico metabólico.

Condicionamento físico amplo

O treinamento multivariado de alta intensidade que agrupou diversos tipos de treinamento em uma única sessão modificou o conceito de quais capacidades físicas são necessárias para o condicionamento físico amplo. Para ter um CF que realmente coloque seu sistema muscular e demais sistemas fisiológicos num nível superior e garanta sua saúde, não basta correr 20 a 40 km por semana, treinar musculação com 100, 200 kg no supino e leg press. São 10 as capacidades que você precisa desenvolver (figura) para que seu CF seja completo e tenha efeitos abrangentes, inclusive em seu sistema nervoso.

Faça o teste

Máximo de repetições de burpees em 3 min. Veja vídeo no meu perfil. Poste seu resultado nos comentários deste post em meu perfil. Em breve divulgarei uma tabela para que possa se comparar.

ÚLTIMAS DO AUTOR

Jair Rodrigues Garcia Júnior

Jair Rodrigues Garcia Júnior

Professor universitário e coordenador de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Unoeste.

PUBLICIDADE