José Reis - Lojas decoraram vitrines e interiores, além de oferecer brindes aos consumidores

Foto: José Reis - Lojas decoraram vitrines e interiores, além de oferecer brindes aos consumidores

FOCO NAS VENDAS

Comércio se prepara para o Dia dos Namorados

Lojas de diversos segmentos criaram estratégias para atrair consumidores, como vitrines enfeitadas e brindes nas compras; setor aponta boas expectativas

  • 09/06/2019 15:00
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

A data que comemora o dia dos casais apaixonados se aproxima e com ela uma expectativa de reação nas vendas por parte dos comerciantes de Presidente Prudente. Um reflexo disso são as vitrines enfeitadas, promoções para o Dia dos Namorados e as mais diversas artimanhas para garantir que a ocasião não seja passada em branco. Em uma volta pela cidade, a reportagem encontrou vendedores animados com a data e lojas que chamam a atenção de quem passa por perto.

Uma delas é a Magazine Tentação que, conforme a gerente de marketing, Ariane Torralba, além da vitrine com adesivos e frases chamativas, conta ainda com uma promoção para os clientes. “A cada R$ 150 em compras, o cliente poderá estourar um dos balões vermelhos espalhados pela loja. Cada um deles possui um brinde que pode chegar até R$ 29,99 e ser usado para a aquisição de uma peça que chegue a esse valor ou que poderá ser transformado em desconto nas demais peças”, comenta.

Para a data, Ariane afirma aguardar vendas melhores que as do ano passado e ressalata que no estabelecimento as clientes mulheres são as mais antenadas com o que há de atual, mas lembra que os homens não ficam para trás. “Tem saído muitas camisas e sapatos para eles, e vestidos, bolsas, lingeries e blusas para elas. Estamos animados com a ocasião”, salienta. 

Já na Floricultura Pruden Flora, a tradição de presentear com buquês, arranjos e cestas está cada dia mais viva, o que traz expectativas de boas vendas para o período. “Nosso fluxo normalmente é muito bom para o Dia dos Namorados, já que a data se iguala às vendas do Dia das Mães, para se ter uma ideia”, comenta a florista Miriam Barros. Para os preparativos, o estabelecimento afirma ter preparado inúmeras cestas de chocolates, que são as queridinhas do momento, mas também as clássicas flores que nunca saem de moda.

“Ainda vamos finalizar a decoração para a ocasião, mas estamos confiantes. Nosso público é bem variado e vai desde casais mais novos, até mesmo aos idosos e que deixam viva essa tradição”, lembra Miriam. A expectativa é a de superar as vendas do ano passado, já que outros produtos foram acrescentados na lista da loja, como os vinhos.

Na Zê Calçados, conforme a vendedora Sarah Juliana de Araújo, a equipe decidiu enfeitar o espaço com bexigas e adesivos na vitrine, como uma forma de chamar a atenção dos clientes e garantir que os produtos fossem procurados. “Estamos animados, pois a data requer um presente para a pessoa amada, então as vendas podem ajudar bastante no fluxo da loja”. Ainda de acordo com a vendedora, no estabelecimento, nesta ocasião, é mais comum encontrar homens na busca por um sapato para as companheiras.

 

RECOMENDAÇÕES

Ipem alerta sobre compras na data comemorativa

DA REDAÇÃO

A comemoração do Dia dos Namorados se aproxima e o consumidor precisa ficar atento nas compras de presentes para esta época, entre eles os produtos têxteis, inclusive, peças íntimas. As alergias são alguns dos problemas ocasionados por produtos inadequados. Por este motivo, o Ipem (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), órgão do governo do Estado de São Paulo, que tem como finalidade proteger o consumidor, desenvolveu conteúdo específico para alertar sobre os cuidados necessários na compra destes itens.

“As informações contidas na etiqueta são fundamentais e precisam seguir critérios específicos”, lembra. Por isso, o Ipem esclarece que devem conter as informações em português sobre o fabricante ou importador, incluindo CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e o país de origem. Além disso, também é necessário identificar a composição têxtil, o tamanho e os símbolos de cuidados com a conservação.

“Para a composição têxtil, vale a pena ressaltar que todos os tipos de filamentos utilizados para a produção da peça devem estar mencionados com a indicação percentual de cada um deles - 70% algodão e 30% poliéster, por exemplo”. Entretanto, é proibido o uso dos nomes das marcas comerciais ou em inglês - como nylon, popeline, lycra, lurex e rayon.

A etiqueta também deve conter elementos de orientação para a conservação e tratamento do produto. E podem ser indicadas através de símbolos ou textos e devem seguir a sequência correta de utilização do produto, como lavagem, secagem, e limpeza profissional - lavagem a seco.

O tamanho das peças de vestuário pode ser indicado por numeração ou letras (38, 40, 42; P, M, G). Vale destacar que se os produtos forem embalados hermeticamente e isto dificultar a visualização das informações, a embalagem deve apresentar, pelo menos, a composição têxtil, pais de origem e tamanho, e quando apresentar mais de uma unidade deve ser informado o número de unidades e a impossibilidade de serem vendidos separadamente.

Preservativos

Os preservativos, por sua vez, devem apresentar na embalagem o selo do Inmetro e do OCP (Organismo de Certificação de Produtos). Nos estabelecimentos podem ser vendidos nas embalagens contendo uma, três, seis ou doze unidades. “O consumidor jamais deve comprar o produto com a embalagem danificada ou fora do prazo de validade”.

Com Assessoria de Imprensa