Com simples ações, população pode reduzir impactos no meio ambiente

06/06/2018 08:03:54

Todos os dias, o meio ambiente está no centro de várias discussões e, mesmo sendo um tema tão recorrente, nem todo mundo dá a devida atenção que ele merece. Que a mão do homem vem interferindo na natureza e trazendo sérios danos para o planeta, isso já não é nenhuma novidade. Em alguns lugares do Brasil, moradores sofrem com a seca ou enchentes. Em outros países, a fúria da natureza vem em forma de furacões, terremotos e tsunamis, causando destruição e mortes. O culpado disso tudo é um só: o homem, que lançando cada vez mais gases na atmosfera - em atividades como desmatamento, queimadas e práticas insustentáveis na agropecuária -, tem contribuído significativamente para o aquecimento global.

Áreas que antes eram verdes ficando marrons. A poluição da água, outro grande problema enfrentado hoje, se tornou o principal fator para a morte de diferentes espécies de peixes. Quantos animais não se encontram em extinção? Na tentativa de minimizar o problema, diversas ações são realizadas anualmente, no mês de junho, em todo o mundo.

Em Presidente Prudente, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado ontem, a Semea (Secretaria Municipal do Meio Ambiente) e Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), promovem uma ampla programação, visando conscientizar a população sobre a preservação.

Além de distribuição e plantio de mudas, estão sendo realizadas na cidade e região, visitas monitoradas de alunos ao Horto Florestal, estação de tratamento de água e esgoto e nascentes, palestras, gincana, pedalada, pedágio educativo, caminhada e o 11º Mutirão de Lixo Eletrônico da Setec (Secretaria Municipal de Tecnologia da Informação), marcado para ocorrer das 8h às 16h de sábado, no Parque do Povo de Prudente. A meta, neste ano, é receber 50 toneladas de eletroeletrônicos - que podem contaminar gravemente o solo, a água e o ar -, incluindo monitores, teclados, impressoras, mouses, baterias, pilhas, mp3, rádios e equipamentos hospitalares, entre outros em desuso. Esta aí uma grande oportunidade para a população participar e contribuir.

Os impactos negativos da ação humana sobre o meio ambiente devem ser uma preocupação constante, não só de governantes, mas de todos nós. Pequenas ações, simples e rotineiras, efetuadas por cada um em sua própria casa, podem fazer toda a diferença. Separar o lixo doméstico, colocando o que é reciclável em seu devido lugar. Dar o destino correto ao óleo de cozinha usado, não jogar lixo no chão, na água, na rua ou em terrenos baldios, substituir as sacolas plásticas pelas ecológicas e evitar o desperdício de água e alimentos. São pequenas atitudes que podem passar despercebidas por quem as pratica, mas que contribuem grandemente, quando o assunto é preservação. Temos a séria mania de colocar a culpa nas grandes indústrias, nos automóveis e sempre esquecemos da nossa parte, a principal, no quesito responsabilidade.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste