Sexta-Feira . 22 Fevereiro . 2019
Dia de São Sebastião

Com missas durante todo o dia, Catedral de Prudente realiza tradicional procissão

Padroeiro da cidade, monsenhor José Antônio de Lima espera igreja cheia neste domingo; capacidade total é para receber até mil pessoas; primeira missa é às 8h

Marcio Oliveira: São Sebastião, padroeiro de PP, é conhecido por proteger os animais e os indefesos Marcio Oliveira: São Sebastião, padroeiro de PP, é conhecido por proteger os animais e os indefesos

No dia 20 é comemorado o dia de São Sebastião que, além de “famoso em várias regiões, em especial as mais pobres” é o padroeiro de Presidente Prudente. A data já faz parte da tradição da cidade que “desde sempre esteve presente nas missas de adoração”, afirma o monsenhor José Antônio de Lima, responsável pela catedral que desde 1925 leva o nome do santo - localizada na área central da cidade. Em comemoração, a paróquia realiza missas às 8h, às 10h, às 17h e às 19h seguida de uma procissão nas principais ruas do município. Embora não disponha de uma estimativa de público, o padre afirma que a igreja tem capacidade de receber mil pessoas e espera “casa cheia”. Segundo o mesmo, as terras prudentinas “não poderiam ser abençoadas por um santo mais propício” visto que o tal é defensor dos animais e a região é conhecida pela pecuária.

De acordo com o monsenhor, embora com o passar dos 101 anos da cidade, inúmeras paróquias tenham surgido – 22 no total – a devoção ao padroeiro não diminuiu. “Isso é algo que se mantém desde quando Manoel Goulart e Coronel Marcondes chegaram aqui e construíram uma capela de madeira em sua homenagem”, comenta.  E isso não ocorre só aqui. Conforme o padre, muitas regiões adotaram o mártir como padroeiro, em especial as mais pobres. “Ele é protetor da peste, fome, miséria e foi a partir daí que a devoção se propagou, pessoas que vivem com dificuldade de saúde, se preocupavam com doença dos animais, se apegavam a ele pedindo proteção”, explica.

Para atender esses fiéis e outros mais que com o santo se identificam, o padre conta que todo 20 de janeiro a igreja reza uma interseção e sai pelas ruas, sempre com o compromisso de disseminar a fé. Passando pelas principais ruas como Barão do Rio Branco, Doutor José Foz, Calçadão da Rua Tenente Nicolau Maffei, a solenidade se encerra com fogos e mais orações para pedidos e agradecimentos. “Antes disso, nos três dias anteriores fazemos uma preparação para a data, reservamos um horário das missas para falar sobre São Sebastião”, relata.

Há 11 anos responsável pela catedral, o monsenhor revela que nutri uma admiração especial por São Sebastião em nível pessoal. Isso porque, na visão do religioso, o santo é um “ótimo exemplo de cristão”, em outras palavras, “um grande marco e autor de um grande testemunho de vida”. Prova disso, para o mesmo, é o mártir ter se convertido e lutado em prol da defesa dos inocentes.

 

História de Sebastião

Segundo o religioso, São Sebastião foi um soldado que nasceu na França. E, de acordo com o site Cruz Terra Santa, o mesmo nasceu na cidade de Narbona em 256 depois de Cristo. O nome, de origem grega, Sabastós, significa divino, vulnerável. Ainda pequeno, conforme o padre, a família de Sebastião se mudou para Milão “local onde cresceu, estudou e começou a seguir carreira militar”.

Ainda como soldado, se converteu ao cristianismo e surpreendeu o imperador romano da época ao se tornar religioso, revela o monsenhor. “Sempre em defesa dos mais vulneráveis, após descoberto, foi flechado mas mesmo assim sobreviveu”, ressalta. A partir dai, o padre conta que São Sebastião conheceu uma senhor que o ajudou a se recuperar e feito isso voltou a trabalhar a disseminação do evangelho até que é capturado e torturado novamente. “Dessa vez, com bolos de ferro, foi morto e jogado”, expõe. Atualmente, os restos mortais estão localizados na cidade de Roma na Itália.

 

Para quem tem fé

Completando 50 anos no mesmo dia do santo, a prudentina Dalva Domingos trabalha há 15 anos cuidando da catedral. Todos os dias, das 7h às 17h, passa o tempo contemplando as imagens, orando, pedindo e agradecendo. Conforme ela, toda a família é devota de Sebastião e, embora frequente outra paróquia, mantém o santo em um local especial do coração. “Já participei de várias procissões, é um contato direto que tenho aqui na igreja, não tem como não ter fé”, diz.

Já Neuza Aparecida Genirali, 68 anos, sempre frequentou a catedral. Seja para novenas, missas ou terços, “sempre dá um jeito de passar por lá para adorar”. Vencedora de um câncer de intestino, ela entende que “ter fé é tudo”. Por isso, sempre esteve presente nas procissões, no entanto, lamenta não poder participar da edição deste ano por estar fora da cidade.

 

 

Oração de São Sebastião

Glorioso mártir São Sebastião,

soldado de Cristo

e exemplo de cristão,

hoje vimos pedir

a vossa intercessão

junto ao trono do Senhor Jesus,

nosso Salvador,

por Quem destes a vida.

Vós que vivestes a fé

e perseverastes até o fim,

pedi a Jesus por nós

para que sejamos

testemunhas do amor de Deus.

Vós que esperastes com firmeza

nas palavras de Jesus,

pedi-Lhe por nós,

para que aumente

a nossa esperança na ressurreição.

Vós que vivestes a caridade

para com os irmãos,

pedi a Jesus para que aumente

o nosso amor para com todos.

Enfim, glorioso mártir São Sebastião,

protegei-nos contra a peste,

a fome e a guerra;

defendei as nossas plantações

e os nossos rebanhos,

que são dons de Deus para o nosso bem

e para o bem de todos.

E defendei-nos do pecado,

que é o maior

de todos os males.

Assim seja.

Fonte: Site Nossa Sagrada Família

 

SERVIÇO

As missas do Dia de São Sebastião serão realizadas às 8h, às 10h, às 17h e às 19h seguida de uma procissão. Todas ocorrerão na catedral São Sebastião, localizada na Avenida Coronel José Soares Marcondes na Praça Monsenhor Sarrion.