Nesta quinta

Com devoção e fé, cidades da região celebram Corpus Christi

Com um fervor ainda maior, Álvares Machado, Pirapozinho e Presidente Prudente preparam ruas para solenidade religiosa ao Senhor

OSLAINE SILVA - Da Redação • 30/05/2018 08:35:55

O momento é caótico e de muitas aflições em todo o país com a paralisação dos caminhoneiros que fazem reivindicações significativas. Com a situação, os clamores a Deus têm sido incessantes entre as pessoas que creem no poder maior do Senhor e Lhe pedem socorro nessa hora. E nesta quinta-feira, católicos estarão unidos para orarem pela melhor solução para o seu país na festa de Corpus Christi em várias cidades da região, como em Presidente Prudente, Álvares Machado, Piquerobi e Pirapozinho. Dia este “o único do ano em que Jesus eucarístico se manifesta publicamente, ou seja, o único em que Ele sai da igreja para a rua, na finalidade de abençoar as casas, as famílias, ‘todo o seu povo’ e receber a devida adoração”, como explica o padre José Alves Neto, responsável pela Paróquia São Miguel Arcanjo, da cidade de Piquerobi, tradicional pela procissão em seu imenso tapete ornado no entorno da igreja.

Em Prudente, segundo o monsenhor Mauro Laércio Magro, da Paróquia São Lucas, a programação começa com a celebração da Eucaristia às 8h por dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo diocesano, na Praça Monsenhor Sarrion — em frente à Catedral de São Sebastião. Na sequência, todos saem em cortejo pela Rua Barão do Rio Branco até a Avenida Brasil, passando por baixo do pontilhão indo em direção ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Marcondes, onde será celebrada missa.

O monsenhor explica que no caminho da procissão, pelo tapete enfeitado pelas comunidades, serão feitas quatro paradas para reflexão, e bênção do Santíssimo Sacramento. O tema das reflexões será o ano do laicato, dos leigos, de todos os batizados que são chamados a serem sal da terra, luz do mundo e fermento na massa. Ter sabor de viver e testemunhar a fé no Cristo Jesus. Ser uma luz de esperança, em um mundo de mentiras e trevas. E fermentar com a alegria da vida e da fé. A prática da justiça a exemplo de Jesus de Nazaré, é missão de todos os batizados.

“Como gesto concreto levaremos materiais de higiene e limpeza, que será doado para as entidades que cuidam da vida em nossa cidade. Estamos refletindo as dificuldades que as famílias estão passando, pela falta de alimentos, saúde. Nosso gesto é de solidariedade, a exemplo do que fez o mestre Jesus no seu tempo, acolheu primeiro os mais vulneráveis, os pobres. Um governo não cuida da vida dos pobres, se a sua história está manchada pelo golpe. Mas, é preciso ser solidário com a luta e as reinvidicações dos caminhoneiros. É legítima a sua luta”, destaca o monsenhor Mauro.

 

Reflexos

Granilhas, spray, tecidos, flores, tela com pintura, madeiras, vidros, pó de serra. Estes são alguns dos itens que adornam 550 metros de tapete da celebração de Corpus Christi de maior expressividade da região, em Piquerobi, por receber milhares de visitantes há 51 anos. Porém, de acordo com o padre José Neto, este ano, o número de participantes certamente será reduzido, como já mencionado, por conta da paralisação em massa dos caminhoneiros em todo o país.

“O fervor dos católicos será o mesmo, mas como tudo está racionado, como o combustível, muitas pessoas que vêm de outras cidades, não poderão estar presentes. Estaremos, todos unidos em uma oração especial por nosso país!”, explana o religioso.

Robson Xavier, um dos organizadores, comenta que as mais de 100 pessoas envolvidas entre funcionários publico e voluntários arregaçaram as mangas e estão fazendo de tudo para a festa acontecer com toda a programação e a mesma proporção.

Ele explica que com a greve no início ficaram limitados em muitas coisas, como em toda a parte estrutural, como tendas, palcos, tintas, tecidos entre outros, o que chegou a preocupar, mas por ser uma tradição religiosa, se uniram, Prefeitura e comunidade e foram em busca de soluções para o maior evento da cidade ser realizado.

“O 550 metros de tapete e o monumento serão voltados ao tema: ‘A igreja vive de Jesus eucarístico’, que chamarão a todos nós para uma profunda experiência do verdadeiro sentido da festa de Corpus Christi”, acentua Robson.

 

Dividir o pão

Em Álvares Machado, é tradição a comunidade católica da Paróquia São José ir às ruas com cartazes alusivos ao feriado religioso e o ato de dividir o pão pela doação de alimentos não perecíveis enobrece a festa. Conforme a secretária paroquial, Lilian Marcia Olivo Bordin, a procissão de Corpus Christi será a partir das 8h30 seguindo em cortejo com o Santíssimo, saindo da praça, pela Rua Presidente Roosevelt, assim como em todos os anos.

Vale lembrar que todo alimento arrecadado é transformado em cestas básicas que são doadas todos os meses aos setores que distribuem às famílias assistidas pela paróquia. “Graças a Deus, a comunidade machadense é muito caridosa. As doações foram feitas bem antes, e a paralisação dos caminhoneiros, que é justa, não implicará em nada. Quem não pode doar até agora, com certeza fará assim que possível”, acentua a secretária paroquial.

 

Todos em comunhão

Em Pirapozinho, a Paróquia São João Batista celebra a solenidade de Corpus Christi, festejando o mistério da Eucaristia, o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo. Após a missa das 9h, a Paróquia São João Batista, em comunhão com a Igreja em todo o mundo, fará uma procissão pelas principais vias da cidade. Na ocasião, as ruas darão lugar a cartazes e outras decorações confeccionados pelos grupos, movimentos e pastorais da comunidade. Além, de alimentos, que serão destinados às famílias carentes cadastradas pela Pastoral Social.

Segundo o vigário paroquial, padre Benjamim Junior, este ano, as decorações retrarão quatro temáticas: os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, os 100 anos das aparições em Fátima, os biomas brasileiros, em razão da CF (Campanha da Fraternidade) 2017, e os temas eucarísticos.

A ação é a que mais contribui para repor o estoque de alimentos da Pastoral Social, que se encarrega da organização dos mantimentos, montagem e distribuição das cestas às famílias carentes cadastradas na comunidade.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste