Com chegada de férias e frio, doações de sangue se tornam mais necessárias

  • 02/06/2019 05:10

Este periódico constantemente traz ao leitor matérias sobre doação de sangue e de órgãos, gestos de solidariedade capazes de salvar e estender vidas. No entanto, mesmo que o assunto seja amplamente divulgado, nunca é demais falar sobre esses atos de amor. Com a chegada do mês de junho, a procura pelos bancos de sangue começa a diminuir em virtude do frio e do recesso do meio do ano, por isso, hospitais esbarram na necessidade de intensificar campanhas de conscientização para atrair o público às unidades.

Conforme noticiado por este diário na edição de ontem, a importância da participação da comunidade se faz maior nesse período do ano porque os estoques dos hospitais ficam em torno de 20% abaixo da quantidade ideal. Essa redução impacta drasticamente nos atendimentos aos pacientes, uma vez que o número de receptores não acompanha a queda de bolsas de sangue nas unidades. Pelo contrário, até mesmo cresce, considerando que, durante as férias, eleva o número de carros nas estradas e, com isso, a ocorrência de acidentes de trânsitos também aumenta.

Para que o déficit não comprometa a assistência médica oferecida pelos hospitais nem a vida daqueles que precisam deste bem vital, é importante que potenciais doadores e interessados na prática se mobilizem para abastecer os bancos de sangue. Em Presidente Prudente, os candidatos podem buscar tanto a unidade do HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo quanto a da Santa Casa de Misericórdia.

O ato é simples e seguro e pode ser praticado por qualquer pessoa que tenha mais de 16 anos e menos de 70, sendo que, nos casos de menores de idade, é necessária a presença dos pais. Na questão do peso, o mínimo é de 52 kg para mulheres e 50 kg para homens. O doador em questão deve estar saudável e descansado. No que tange às doenças, quem tem HIV (vírus da imunodeficiência humana) não pode doar, assim como aquele que possui em seu histórico sífilis, hepatites B e C, doença de chagas, entre outras.