SAP - Centros serão entregues simbolicamente amanhã, cada um têm capacidade para abrigar 823 detentos

Foto: SAP - Centros serão entregues simbolicamente amanhã, cada um têm capacidade para abrigar 823 detentos

SISTEMA PRISIONAL

CDPs em Pacaembu têm capacidade para 1.646 detentos

  • 10/04/2019 06:20
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

O governo do Estado de São Paulo entregará amanhã as unidades de CDP (Centro de Detenção Provisória) I e II de Pacaembu. Cada um dos dois novos estabelecimentos, que atenderão a região de Presidente Prudente, têm área construída de 11.514,18 m² e capacidade para abrigar 823 detentos em regime fechado. De acordo com a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), o valor investido no empreendimento foi superior a R$ 91 milhões, dos quais R$ 43 milhões são provenientes do governo federal, por meio do Departamento Penitenciário Nacional, Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Conforme a pasta, as novas unidades a serem entregues estão localizadas no km 7 + 600 metros da Rodovia Vicinal Prefeito Kouitiro Sato, em Pacaembu. Mas, a entrega dos empreendimentos ocorrerá de maneira simbólica durante a inauguração do 8º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), na sede do CPI-8 (Comando de Policiamento do Interior), em Presidente Prudente. Na solenidade, é aguardada a presença do governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSBD).

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, a “grande novidade” nos novos CDPs são os pavilhões de trabalho e de serviço, a exemplo da cozinha industrial, em que os próprios presos preparam os alimentos. Além desta, no pavilhão também funcionarão as salas de aula, além de inclusão, saúde, lavanderia e padaria, setores já existentes nas penitenciárias estaduais. Para acessibilidade aos portadores de mobilidade reduzida, foram incluídos sistema de rampas e banheiros adequados conforme as necessidades especiais.

Equipamentos de segurança

A fim de garantir a segurança do efetivo e da população carcerária, a unidade será entregue “totalmente automatizada”. Conforme a secretaria, técnicos da pasta desenvolveram um sistema automático para a abertura e fechamento das portas, sem que os funcionários tenham contato direto com os detentos. A nova unidade será inaugurada também com todos os equipamentos de segurança, incluindo raio-x, portal detector de metal e escâner corporal.