Carta à Redação

24/07/2018 09:32:44

Em relação à matéria “Leitos atendem 0,26% da população regional”, publicada pelo Jornal O Imparcial em 22 de julho, o Departamento Regional de Saúde de Presidente Prudente esclarece que a reportagem errou na utilização de parâmetros para cálculo da necessidade de leitos da região de Presidente Prudente e que o cenário de leitos SUS na região está em conformidade com a portaria federal que estabelece os parâmetros assistenciais no âmbito do SUS. Acrescenta que, mesmo com o envio de posicionamento, por algum motivo, a versão publicada não contemplou as informações prestadas pela Secretaria de Estado da Saúde.

Também ao contrário do que a reportagem afirma, a Rede Regional de Atenção à Saúde de Presidente Prudente abrange cerca de 769,4 mil habitantes e não 888,2 mil, como afirma a reportagem. Vale ressaltar ainda que o DRS abrange 45 municípios, nos quais existem mais de 1,3 mil leitos SUS de internação e complementares, como UTI e UCI (Unidade de Cuidados Intermediários)

A região ainda prevê um aumento de leitos com o início do funcionamento do Hospital Regional do Câncer e no Hospital e Maternidade de Rancharia, totalizando aproximadamente mais 150 leitos.

Vale ressaltar que a Secretaria de Estado da Saúde trabalha permanentemente na busca de investimentos e melhorias na área da saúde na região de Presidente Prudente e mantém convênios com diversas entidades, para repasses voluntários, com o intuito de auxiliar os serviços a fortalecer a assistência. Desde 2014, mais de R$ 85,7 milhões foram repassados à região de Presidente Prudente, entre investimentos e custeio.

É importante destacar, ainda, que o avanço da medicina, com novos e modernos tratamentos, tem permitido que parte expressiva dos pacientes tenham acompanhamento ambulatorial em vez de internações, que são indicadas para os casos mais graves e agudos.

 

Nota da redação

Em contraponto, este periódico explica que os cálculos resultantes no valor de 888,2 mil habitantes foram com base na estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), levando em conta os 53 municípios que contemplam a 10ª RA (Região Administrativa) do Estado de São Paulo, cuja sede é em Presidente Prudente. No texto, não há a afirmação de que todas as cidades são atendidas pela DRS, bem como se a quantidade de leitos exposta é baixa ou não.

Sobre a falta de posicionamento da Secretaria de Estado da Saúde na matéria, este diário informa que o mesmo foi incluído pela reportagem, mas, por falha operacional, as informações prestadas pela pasta não saíram na versão publicada.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste