Candidatos começam a ser confirmados para pleito

Na região de Prudente, quatro siglas já têm seu quadro acertado; no total, pelo menos 35 pré-candidatos almejam corrida eleitoral

ANDRÉ ESTEVES - Da Redação • 25/07/2018 05:21:00

Desde sexta-feira, partidos políticos estão autorizados a realizar convenções para anunciar candidaturas e definir coligações para o pleito deste ano, conforme previsto no calendário eleitoral do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral). Na 10ª RA (Região Administrativa) do Estado de São Paulo, quatro siglas já confirmaram o seu quadro de candidatos para os cargos de deputado estadual e federal. As 10 restantes devem revelar suas definições nos próximos dias. No total, pelo menos 35 pré-candidatos almejam a corrida eleitoral, sendo 25 estaduais e 10 federais. As principais mudanças ficam por conta do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), que novamente alterou suas indicações; e pelo PP (Partido Progressista), que não deverá sugerir postulantes. Uma das novidades é o retorno de Milton Carlos de Mello, Tupã (DEM), que decidiu resgatar a pré-candidatura após alegar que este não seria o “momento certo” para estar na disputa.

Quanto ao PP, o presidente da diretoria executiva da sigla em Presidente Prudente, José Minatti Júnior, que tentaria uma cadeira na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), explica que o partido decidiu abrir mão de sua representação na regional, considerando a grande quantidade de pré-candidatos que deverão concorrer ao pleito. Segundo ele, o atual quadro abre possibilidades para a pulverização de votos e a baixa representatividade da região nos legislativos federal e estadual. Minatti denota que não tem carta branca para afirmar qual candidato a deputado estadual o partido apoiará, mas que, na esfera federal, o suporte será voltado a Fausto Pinato.

Quadro acertado

Em convenção realizada no sábado, o Patriota decidiu, para a corrida ao cargo de deputado estadual, Deusamar Santos Teixeira Salvador, Maria de Lourdes Silva Depieri, Nilson de Abreu e Sérgio Roberto Mele. Já em âmbito federal, a aposta é em Luiz Fernando Pinheiro Gesse. No mesmo dia, o PV (Partido Verde) anunciou Antônio Ferrari para uma possível cadeira na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado) e Adenilton Ferreira para deputado federal.

Já no domingo, Juliano Borges confirmou sua candidatura pelo Podemos na busca por uma cadeira na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). O Solidariedade, por sua vez, definiu Wesley Brambilla para o cargo de deputado estadual e Talmir Rodrigues para federal. O próximo partido na agenda de convenções (veja box) é o Partido Novo, que deverá lançar, amanhã, a candidatura de Alexandre Godinho Bertoncello para deputado estadual. Em relação às demais siglas, grande parte dos eventos está agendada para o fim de semana. As diretorias do DEM (Democratas) e PSL (Partido Social Liberal) na região foram procuradas, contudo, não atenderam a reportagem, que também não conseguiu localizar Tupã por meio de ligações telefônicas.

Novos nomes

Depois do MDB pré-indicar Adilson Silgueiro e Edgard Puccinelli em âmbito estadual, o partido refez a sua escalação e agora sugere Gilberto Aquino para a Alesp e Priscila Pereira para deputada federal. Questionada sobre o motivo, a sigla argumentou que o quadro de pré-candidatos é provisório, portanto, tais ajustes são naturais. “O que vale é a convenção partidária estadual”, enfatiza.

Antecede registro

O TRE-SP ressalta que, após as convenções, cujo prazo é 5 de agosto, os candidatos se tornam aptos para requerer o registro de candidatura à Justiça Eleitoral, sendo que a data-limite para tanto é 15 de agosto. Conforme o órgão, os partidos políticos podem fazer o uso gratuito de prédios públicos, responsabilizando-se por danos causados pelo evento, como prevê a Lei das Eleições. O documento estabelece ainda que as normas para a escolha e substituição dos candidatos e para a formação de coligações sejam determinadas no estatuto do partido, observadas as disposições legais. Já em caso de omissão do estatuo, caberá ao órgão de direção nacional do partido definir as normas.

PRÉ-CANDIDATOS

DEPUTADO ESTADUAL

Adão Lima (PR)

Alexandre Godinho Bertoncello (Partido Novo)

Antônio Ferrari (PV)

Aparecida Batista Dias Barreto de Oliveira (PR)

Bruno Lozzi da Costa (PSOL)

Carlos Rossato (PR)

Deusamar Santos Teixeira Salvador (Patriota)

Ed Thomas (PSB)

Fábio Sato (PSD)

Fátima Lira (PR)

Gilberto Aquino (MDB)

Guilherme Piai (PR)

Haroldo Filho (PSL)

Jocelino José de Santana (Podemos)

José Carlos (PR)

José Geraldo de Souza (PSD)

Kazu Reis (PR)

Marcelo Manfrim (PR)

Maria de Lourdes Silva Depieri (Patriota)

Mauro Bragato (PSDB)

Nilson de Abreu (Patriota)

Samanta Meneguesso (PR)

Sérgio Donha (PR)

Sérgio Roberto Mele (Patriota)

Wesley Brambilla (Solidariedade)

DEPUTADO FEDERAL

Adenilton Ferreira (PV)

Gildo José Pedrosa (PRB)

José Aparecido Lira (PR)

José Lemes Soares (PRB)

Juliano Borges (Podemos)

Izaque José da Silva (PSDB)

Luiz Fernando Pinheiro Gesse (Patriota)

Milton Carlos de Mello, Tupã (DEM)

Priscila Pereira (MDB)

Talmir Rodrigues (Solidariedade)

DATAS DE CONVENÇÕES

Patriota – realizada no sábado

PV (Partido Verde) – realizada no sábado

Podemos – realizada no domingo

Solidariedade – realizada no domingo

Partido Novo – amanhã

DEM – sábado*

MDB (Movimento Democrático Brasileiro) – sábado

PR (Partido da República) – sábado

PRB (Partido Republicano Brasileiro) – sábado

PSD (Partido Social Democrático) – sábado

PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) – sábado

PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) – sábado

PSB (Partido Socialista Brasileiro) – 4 de agosto

PSL – 5 de agosto*

Fonte: consulta com os partidos

*de acordo com as diretorias estaduais

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste