Suíça Brasileira

Campos do Jordão, a cidade do inverno

Com arquitetura incomum ao Brasil, município lidera todos os anos ranking dos destinos preferidos dos paulistas, nessa época

Da Reportagem Local • 08/07/2018 06:15:00

Agitação da Vila Capivari, lugar mais procurado pelos turistas que visitam Campos do Jordão. Foto: Assessoria de Comunicação

O clima serrano, a arquitetura em estilo europeu, os serviços de alto padrão e a farta oferta gastronômica não só garantem a Campos do Jordão o título de Suíça Brasileira como fazem a cidade, localizada a 194 quilômetros de São Paulo, a liderar todos os anos o ranking dos destinos de inverno preferidos dos paulistas.

Foto: Assessoria de Comunicação - A Estância Turística de Campos do Jordão tem clima europeu e arquitetura inspirada nos Alpes Suíços

A badalação da cidade concentra-se na Vila Capivari, onde o turista encontra variedades em restaurantes, cafés, lojas de roupas e o shopping Market Plaza, do empresário João Dória Jr. A fama não se deve apenas ao friozinho e a boa comida. Entre os meses de junho e julho, o município ainda serve de palco para o Festival Internacional de Inverno, consolidado como o mais importante evento de música erudita da América Latina. Com mais de 60 concertos, incluindo atrações de câmara e corais, o festival oferece ao turista a oportunidade de ouvir grupos internacionais e o melhor da produção nacional.

Cerveja - Acordes à parte, Campos do Jordão também possui um lugar especial aos amantes de cerveja. A famosa Baden Baden mantém em Capivari um bar e uma loja onde os cervejeiros de plantão podem degustar as várias versões da bebida produzidas ali. A microempresa nasceu na própria cidade, em 1999, após quatro amigos terem a ideia de produzir sua própria loura gelada. Alugaram, então, um galpão onde funcionava uma antiga marcenaria e começaram a alquimia em busca da cerveja perfeita. Hoje a Baden Baden conta com três prêmios internacionais.

Gastronomia - Opções gastronômicas, aliás, não faltam no badalado centro de Capivari. As alternativas vão desde massas até comida alemã. Duas boas dicas são o Fraulien Bierhaus e a Confraria do Sabor. O primeiro é um típico restaurante germânico, onde o turista encontra uma carta muito bem servida de cervejas importadas. O carro-chefe da casa é o joelho de porco com purê de maçã. Já no restaurante Confraria do Sabor, com pratos mais elaborados e contemporâneos, a melhor pedida é o risoto com pinhão, que aguça o paladar. Como as noite são geladas, muitas vezes chegando a graus negativos, uma opção para fugir do frio é tomar um caldo quente. O café O Lugarzinho tem dois tipos: o de costela com aipim e o de queijo. Mas o grande diferencial está no acompanhamento. A cafeteria produz os próprios pães, que viram uma combinação magnífica com as sopas.

Foto: Assessoria de Comunicação - O Palácio Boa Vista, construído na década de 30 para ser a sede de inverno do governo do Estado

Aventura – Mas, o município não é só boa cerveja, comida e música de qualidade. Por estar localizada em região montanhosa, a cidade também reserva boas trilhas e opções de arvorismo aos mais aventureiros. Especialmente nos arredores.Um dos locais mais procurados na região é a Pedra do Baú, localizada a 1.950 metros de altitude, na vizinha São Bento do Sapucaí. O passeio abrange ainda as pedras Ana Chata e Bauzinho. A caminhada é longa e a subida conta com 300 degraus até a Pedra do Baú. Por isso, prepare bem o fôlego. O trajeto inteiro tem duração de cinco horas e deve ser acompanhado por guias da região. Já quem prefere passeios mais tranquilos pode visitar o Centro de Lazer Tarundu ou o Aventura no Rancho, propriedade que conta com duas tirolesas, passeio a cavalo e paintball.


 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste