REENCONTRO

Campeões pelo Corinthians PP se reúnem em jogo festivo

Jogo será contra o Dream Time, que também vai contar com nomes importantes

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 14/09/2018 05:58:00

O Esporte Clube Corinthians de Presidente Prudente tem história e elenco para que o prudentino possa se lembrar. Por este motivo, através de um grupo de mensagens, os ex-jogadores que compuseram a equipe júnior de 1993, campeã do Paulista da categoria, resolveram se juntar para reviver estas memórias. A partida comemorativa ocorre domingo, no Estádio Caetano Peretti, a partir das 9h30, com a maioria dos jogadores confirmados, contando com Teté, Alex Espigão, Celio Alcântara, Nelson Dinis, Paulista, Edson Costa e Ailton. O jogo será contra o Dream Time, que também vai contar com nomes importantes, mas que ainda não foram confirmados.

Segundo o lateral esquerdo da época, Ailton Roberto Silva, os portões abertos no dia do evento vão permitir que os torcedores também façam parte do momento festivo. “Vai ser um jogo de festa, com um jogo de reencontro de amigos, então aqueles que conheceram na época e quiserem matar a saudade, que façam isso”, afirma. Para ele, o fato de o time prudentino não ter conquistado outros títulos como em 1993, é um dos motivos para que compareçam. “Muitos sabem da história, muitos conhecem os jogadores e, infelizmente, não aconteceu mais o que aconteceu naquela época, como uma equipe motivada, unida, então vamos nos reunir com os amigos e com aqueles que nos ajudaram naquela época”, destaca.

Iniciativa

A ideia do jogo ocorreu através de um grupo organizado pelo treinador da equipe na época, Odair Carlos. E, a partir disso, toda a ideia foi ganhando mais forma. “Ele [Odair] já vinha tentando uma homenagem faz tempo, pela conquista do título, então fomos nos juntando, um pegando contato de outro e adicionando neste grupo”, explica. Lamentando, Ailton conta que três nomes não vão poder fazer parte da festa. “Infelizmente, do grupo que foi campeão, três faleceram [José Luis, Luciano Machado e Luciano Espriafri], os demais estão, graças a Deus, todos vivos. Alguns pararam com o futebol, outros de forma amadora ou em clubes”, consta.

A data, próxima ao aniversário da cidade, comemorado hoje, foi escolhida para ser lembrada. “Para ser lembrado que este time já ganhou e fez história. Muita gente pergunta a respeito dos outros jogadores, aí tivemos a ideia de marcar e agora vai ocorrer”, conclui.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste