Acipp/Cedida - Ricardo Anderson diz que iniciativa está sendo comunicada a associados

Foto: Acipp/Cedida - Ricardo Anderson diz que iniciativa está sendo comunicada a associados

“SEMANA DO BRASIL”

Campanha fomenta descontos no comércio prudentino

Acipp estimula a participação de comerciantes locais em ação realizada de 6 a 15 de setembro, com o objetivo de alavancar vendas em período morno

  • 05/09/2019 08:47
  • DA REDAÇÃO

Com o objetivo de aquecer o comércio em setembro, o governo federal lançou a “Semana do Brasil”, incluindo o período de 6 a 15 de setembro no calendário das ações promocionais para estimular as vendas. A iniciativa, nos moldes da “Black Friday” dos Estados Unidos, tem o apoio da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo) e da Acipp (Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente), uma de suas associadas.

O presidente da entidade em Presidente Prudente, Ricardo Anderson Ribeiro, explica que a Acipp já está comunicando a iniciativa aos seus associados e disponibilizando as artes dos materiais promocionais da campanha, como bandeirolas, móbiles, banners, adesivos, bótons e camisetas. “Essa é uma ação que vem sendo discutida há tempos entre entidades varejistas. O governo federal a concretiza no momento em que a economia precisa de estímulo e as vendas podem ser puxadas pelos saques do FGTS [Fundo de Garantia do Tempo de Serviço] e a antecipação do 13º salário dos aposentados. Nossas expectativas são boas”, expõe.

Ricardo Anderson lembra que setembro é um mês habitualmente morno para o setor, “porém, a campanha gera uma mobilização dos comerciantes para oferecerem bons descontos aos consumidores e um clima festivo, favorável ao consumo”.

“Black Friday” antecipada

Ao lançar a campanha, o governo federal aposta que uma espécie de “Black Friday” antecipada, no período em que se comemora a Semana da Pátria, gera oportunidades para quem vende e quem consome e ainda valoriza o patriotismo. A iniciativa recebeu apoio de mais de 40 entidades representativas do comércio, como o IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) e associações comerciais por todo o país.

“O governo tem a expectativa, assim como os apoiadores, de que esta será uma experiência fortalecida ao longo dos anos, consolidando a ‘Semana do Brasil’ como um marco para o comércio nacional. Nós temos que nos comprometer e trabalhar para que dê certo, elevando setembro a um mês bom para as vendas”, defende Ricardo Anderson.