Bolivianos e brasileira são presos por tráfico

Região

| GABRIEL BUOSI - Da Redação

Dois bolivianos e uma brasileira foram presos em flagrante, no fim da tarde de quarta-feira, quando a Polícia Militar Rodoviária de Presidente Venceslau encontrou mais de sete quilos de cocaína, que estavam espalhados entre fundos falsos de malas e roupas “engomadas” com os entorpecentes. Conforme informações da corporação, os três indivíduos estavam em um ônibus que fazia o itinerário Campo Grande (MS) – São Paulo capital no momento da abordagem.

A prisão e apreensões ocorreram na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), km 617, quando os policiais pararam o ônibus que seguia viagem interestadual em uma fiscalização de trânsito. O veículo transportava 37 passageiros, sendo que, durante vistorias, os ocupantes das poltronas 33 e 34, um boliviano de 55 anos e uma brasileira de 39 anos, apresentaram respostas “incertas” sobre os motivos da viagem. “Durante revista em uma mochila de cor preta, do casal, localizamos peças de roupas e repartições das divisórias que estavam com fundos falsos e com dois invólucros de cocaína. Uma maleta também foi abordada, local que tinham outros dois invólucros da mesma droga”, esclarecem os policiais. Durante o manuseio nas peças de roupas, foram encontradas peças “engomadas” com os entorpecentes.

Durante a vistoria no veículo, um terceiro suspeito foi entrevistado, este um boliviano de 58 anos, que havia comprado a passagem no mesmo horário dos outros dois, momento em que foi constatado o contato entre os três e participação no crime. “A droga, no total, pesou 7,590 quilos e um dos bolivianos afirmou que os entorpecentes eram seus e que havia sido contratado na cidade de Puerto Quijarro (BO) para levar a cocaína para a capital por R$ 3 mil”, esclarece a polícia.

Os autores foram presos em flagrante por tráfico de drogas, encaminhados para a Polícia Federal de Presidente Prudente, onde seguem em cárcere até que sejam enviados a uma unidade prisional.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste