AI da SAP: Materiais apreendidos devem passar por análise pericial

Foto: AI da SAP: Materiais apreendidos devem passar por análise pericial

ATITUDE ESTRANHA

Bolachas supostamente de cocaína, são interceptadas na P2

Material estava com a companheira de um sentenciado que tentou entrar no sistema prisional com entorpecentes

  • 15/07/2019 18:44
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

No sábado, agentes de segurança da Penitenciária Henrique Guimarães Pereira, a P2 de Presidente Venceslau, interceptaram um pacote de bolachas de nata que aparentemente foram feitas com cocaína. O material foi encaminhado para análise pericial.

Segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) o produto suspeito estava com a companheira de um sentenciado. Ela foi surpreendida durante o procedimento de revista a pertences de comida, o chamado “jumbo”.

Diante do fato, a visitante ficou impedida de adentrar a unidade prisional e foi encaminhada ao plantão da Delegacia de Polícia Civil para a formalização da ocorrência. Conforme a Croeste (Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado) foi instaurado procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade do preso que receberia o material.