TAÇA YAKULT

Beisebol da Acae é vice da Chave Prata

Em quatro jogos, equipe prudentina venceu dois confrontos e perdeu outros dois; próxima competição pela categoria pré-júnior ocorre em abril

07/03/2019 06:23 • THIAGO MORELLO - Da Redação
Cedida/Acae - Equipe jogou a final contra os meninos de Maringá, mas perdeu pelo placar de 6 a 1 Cedida/Acae - Equipe jogou a final contra os meninos de Maringá, mas perdeu pelo placar de 6 a 1

Dispostos a garantir a presença em mais uma competição, e também a fim de trazer o título para casa, na tarde da última sexta-feira, cerca de 15 atletas da Acae (Associação Cultural, Agrícola e Esportiva) de Presidente Prudente saíram em direção a Ibiúna (SP). Mais uma vez representando o município, a equipe Acae/Hinomoto/Semepp foi à 11ª Taça Yakult Interclubes Pré-Júnior de Beisebol e garantiu o vice-campeonato na Chave Prata, em um duelo travado contra o grupo de Maringá (PR).

Mas para chegar até lá, os prudentinos percorreram um caminho de quatro jogos. No primeiro dia de competições, segundo o auxiliar técnico da equipe, Mário Kaneki, o primeiro confronto foi logo pela manhã, contra a equipe Gecebs. Começando com o pé direito, a vitória veio para o time da Acae, pelo placar de 8 a 7. No entanto, equilibrando o desempenho do grupo, no mesmo dia eles entraram em campo contra Indaiatuba (SP) e perderam de 6 a 1.

Parte da Chave Ouro, ainda de acordo com o auxiliar técnico, os resultados fizeram com que a equipe caísse para a Chave Prata no segundo dia de competição. “Eles disputaram o primeiro jogo contra o Nikei Curitiba, e venceram por 8 a 7”, detalha Mário. O resultado garantiu aos prudentinos vaga direta para a final da série, mas perderam por 6 a 1 contra os meninos de Maringá.

Ao longo do efetivo, o torneio reuniu jogadores de dez cidades do Estado de São Paulo e Paraná, com atletas entre 13 e 14 anos. E ao ser questionado sobre o nível da competição, o auxiliar explica que, na verdade, por ser começo de temporada, “fica difícil ter uma base, pois todos ainda estão montando as equipes e olhando o desempenho inicial dos garotos”. Sendo assim, ele acredita que o torneio foi “meio nivelado”.

Aliás, como noticiado por esse diário, a CBBS (Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol) entende que a competição tem a intenção de preparar os atletas das categorias de base e incentivá-los. Na oportunidade, eles foram observados pelo departamento técnico da entidade, a fim de serem localizados possíveis talentos.

Calendário de competições

Pela categoria, o próximo confronto da equipe Acae/Hinomoto/Semepp ocorre entre os dias 13 e 14 de abril, quando o grupo vai a Maringá, para disputar o Campeonato Brasileiro de Beisebol Inter Seleções Pré-júnior. No entanto, pela mesma competição, mas no grupo infantil e em Presidente Prudente, a Acae joga e recebe os confrontos nos dias 30 e 31 desse mês.