Em busca de doadoras

Banco de Leite Humano atende 64% da demanda

SANDRA PRATA - Especial para O Imparcial • 05/01/2019 08:25:00

Foto: Arquivo - Banco de Leite Humano atende 45 cidades da região com as doações

O BLH (Banco de Leite Humano) de Presidente Prudente busca possíveis doadoras para amamentar aproximadamente 80 bebês por mês. Isso porque, de acordo com a coordenadora do local, Denise Campanharo, nesta época do ano as quedas de doação chegam a 30%. Com isso, “é ainda mais difícil” de suprir a demanda que chega a 64% (85 litros) do total de 133,5 litros solicitados em dezembro pelos hospitais da cidade. Para que atingir a meta é preciso de 120 mães colaboradoras, sendo que o número atual é de 51. Menor quantidade dos últimos dois meses, quando eram 62 e 81 mães colaboradoras, em novembro e outubro.  

Todo recém-nascido, ou ao menos, grande parte deles, tem apenas uma fonte de alimento nos primeiros meses de vida, o leite materno. Porém, não são todos que têm essa possibilidade, em especial os pequenos que nasceram prematuros e estão internados em UTIs (unidades de tratamento intensivo). Por isso, segundo a coordenadora, esse é o foco do banco. 

Conforme Denise, a conscientização do ato é importante, “pois se trata de salvar vidas” e, “muitas vezes, o leite materno é a única forma de diminuir o risco do quadro de internação e melhorar a qualidade de vida de um recém-nascido”, explana. Nesse contexto, a coordenadora explica que para ser uma doadora não precisa ser fixa. “Temos mulheres que colaboram uma vez, outras durante seis meses, vai depender de cada uma”, relata. Quanto à quantia, explica que também não existem exigências e que é “relativo de cada mãe”.

Para doar

De acordo com Denise, para doar, basta se direcionar à sede do Banco de Leite Humano de Presidente Prudente no horário de funcionamento. Para aquelas que ligarem, a coordenadora explica que o banco realiza uma visita domiciliar (nos casos de moradoras de Prudente e Álvares Machado) para passar orientações. “As mulheres de outras cidades devem procurar a UBS [Unidade Básica de Saúde] mais próxima, que vai entrar em contato com o banco e passar as devidas orientações”, explana.

Quanto aos pré-requisitos, Denise frisa que a mãe precisa estar saudável, não usar álcool, drogas ou medicações incompatíveis com a doação. “Não fumar mais que dez cigarros por dia e não ter recebido transfusão de sangue a menos de um ano também são cuidados necessários”, pontua. Fora isso, a coordenadora ressalta a realização de exames de HIV (human papiloma vírus), sífilis, e hepatites B e C. “Se não tiver recente do pré-natal”, expõe.

SERVIÇO

O Banco de Leite Humano fica localizado no Palácio da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, na Avenida Brasil esquina com a Avenida Washington Luiz, em Presidente Prudente. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste