Foto: Cedida / Edmilson Anzai - Nas adequações feitas pela comissão técnica, estão atletas reservas caso haja necessidade

Foto: Foto: Cedida / Edmilson Anzai - Nas adequações feitas pela comissão técnica, estão atletas reservas caso haja necessidade

Badminton se adequa para Marília

Enzo Anzai era principal dúvida, uma vez que as finais da modalidade nos Jogos Abertos será no dia 17 e, no dia seguinte, ele pega voo para o Equador, onde disputa o Sul-Americano

  • 08/11/2019 05:03
  • OSLAINE SILVA - Da Redação

O badminton da Semepp/Adoar é uma das modalidades prudentinas que estará em busca de troféus e medalhas no 83º Jogos Abertos do Interior, que serão realizados em Marília (SP), de segunda-feira até o dia 23 deste mês. As disputas da modalidade, feminino e masculino, serão do dia 13 a 17. Conforme o técnico Alisson dos Santos Freitas, as vagas para esta edição foram conquistadas depois de a equipe prudentina ganhar dois troféus nos Jogos Regionais, de Assis (SP), no final de julho, começo de agosto. Sendo o primeiro troféu de campeão da masculina livre e o segundo de vice-campeão da feminina sub-20.

Por questões como vestibular e competição internacional, como é o caso de Enzo Anzai, a comissão técnica do badminton precisou fazer algumas adequações com seus atletas. Tendo, inclusive, reservas de prontidão, caso haja necessidade ao longo das disputas por lesões ou cansaço físico. 

A principal dúvida era a participação de Enzo Anzai, uma vez que, o último dia das disputas será no dia 17, e no dia seguinte, 18, ele precisa pegar o voo para o Equador.

Mas dedicado como é o atleta, ao ser perguntado se disputar o jogos não o atrapalharia, ele responde de pronto: “Não vai atrapalhar, pelo contrário irá me ajudar, pois já estarei utilizando a competição como um treino a mais para o Sul-Americano, tanto na questão física como psicológica. Quero conquistar algo para a minha cidade e no Sul-Americano desejo fazer ótimos jogos e tentar melhorar o meu resultado do ano passado, que foram dois bronzes”, enfatiza o atleta, que em uma das disputas em Guayaquil, terá Marcos Oliani como dupla.

“SABEMOS QUE VAMOS ENFRENTAR EQUIPES MUITO QUALIFICADAS, MAS VAMOS EM BUSCA DO MAIOR NÚMERO DE MEDALHAS NAS DISPUTAS INDIVIDUAIS, EM DUPLAS E POR EQUIPES”

Alisson dos Santos Freitas

O ano de 2019 foi bom para o badmintonista prudentino, que no 1° Estadual, foi ouro na categoria DMA (dupla masculina – A) e bronze na SMA (simples masculina – A). No 2° Estadual, conquistou duas medalhas de bronze na DMA e SMA. No 3° Estadual, garantiu a prata na DMA. No 4° Estadual, mais um ouro na DMA e prata na SMA. E no 5° Estadual, ouro na SMA (classificando para a maior categoria).

No 2° e 3° Nacional, ganhou duas medalhas de bronze na DM (dupla masculina) sub-19, nos Jogos Regionais dois ouros e uma prata e, nos Jeesp (Jogos Escolares do Estado de São Paulo), conquistou um bronze.

COMISSÃO DESTACA

BUSCA DE MEDALHAS

Segundo Alisson, as expectativas são grandes pelo trabalho que está sendo realizado, tanto nos treinos quanto nas competições. E o objetivo é sim conseguir medalhas tanto no masculino quanto no feminino. “Estamos aproveitando bem os últimos treinos antes dos Jogos para corrigir os detalhes que ainda precisamos aprimorar para fazer uma grande competição e atingir nossas metas. Sabemos que vamos enfrentar equipes muito qualificadas, mas vamos em busca do maior número de medalhas nas disputas individuais, em duplas e por equipes”, ressalta o técnico.

 

Foto: Cedida / Edmilson Anzai

Marcos Oliani fará dupla com Enzo, em uma das disputas no Sul-Americano, em Guayaquil