Reprodução - Atlas Água e Esgotos pode ser consultado através de aplicativo no celular

Foto: Reprodução - Atlas Água e Esgotos pode ser consultado através de aplicativo no celular

Abastecimento de água

Atlas revela pedido de ampliação do abastecimento de água por 23 cidades

23 municípios têm necessidade de investimentos na ordem de R$ 18 milhões; em contrapartida, 30 estão com “atendimento satisfatório”

  • 06/09/2018 04:10
  • ANDRÉ ESTEVES - Da Redação

Dos 53 municípios que compõem a 10ª RA (Região Administrativa) do Estado de São Paulo, cuja sede é Presidente Prudente, 56,6% (30) apresentam abastecimento de água descrito como “satisfatório”, enquanto 43,3% (23) requerem ampliação do sistema – ou novo manancial, como no caso de Osvaldo Cruz – para melhor atender a população residente. Os dados foram levantados junto ao aplicativo Atlas Água e Esgotos, desenvolvido pela ANA (Agência Nacional de Águas), com o objetivo de traçar um diagnóstico sobre a situação do sistema produtor de água nas cidades do país e da coleta e tratamento de esgotos. Baseado em informações coletadas em 2015, o levantamento ainda revela que, juntos, os 23 municípios com benfeitorias pendentes têm necessidade de investimentos na ordem de R$ 18.093.376,50.

Já com relação aos dados do esgoto, referentes a 2017, observa-se que nove cidades atendem 100% de sua população com coleta e tratamento; 41 dispõem de índices entre 91% e 99%; uma, sendo Pacaembu, aparece com 87%, seguida por Ouro Verde, com 71%. O pior desempenho fica por conta de Indiana, com 81% da coleta sem tratamento e 17% sem coleta e sem tratamento.

Em contraposição, a Sabesp (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), que atende 36 cidades da região administrativa, informa que os dados do aplicativo – que têm como base o documento “Atlas Brasil” – estão desatualizadas, de modo que solicitará a atualização das informações referentes aos 369 municípios em que atua. A empresa aponta que, nos 62 municípios operados pela Sabesp na região de Prudente, já foram investidos mais de R$ 57 milhões entre 2015 e 2017 com vistas na melhoria dos sistemas de produção, tratamento e distribuição de águas. “A companhia, que hoje presta cobertura a 13% da população brasileira, é responsável por investir aproximadamente 30% do que é aplicado em saneamento no país”, expõe. A ANA, por sua vez, responde que já iniciou a atualização do Atlas de Abastecimento Urbano de Água, a fim de colocar em dia o estudo da situação da oferta de água em todo o país em 2020. “O Atlas Esgotos, por sua vez, é mais atual, e foi lançado em setembro de 2017”, menciona.

Investimento

Em Pirapozinho, cuja demanda urbana é de 62 litros por segundo, a necessidade de investimento, conforme o aplicativo, é de R$ 1.411.361,31. A respeito do seu atual sistema, a administração municipal destaca, sobretudo, a carência de benfeitorias nos serviços de captação e tratamento de esgoto. O município enfatiza a necessidade, principalmente, no Distrito de Itororó do Paranapanema, e no antigo Núcleo Industrial, onde os serviços de coleta, tratamento e destinação final do esgoto sanitário inexistem.

Por conta desta situação, relata que o prefeito Orlando Padovan (DEM) se reuniu, na sexta-feira passada, com a superintendência da Sabesp para encontrar uma solução para a questão. “O município entende que, por força do contrato do programa, a responsabilidade pela execução das obras para atendimento dos serviços em questão é de inteira responsabilidade da Sabesp”, expõe.

Por outro lado, em Anhumas, onde a demanda urbana é de 8 litros por segundo e a necessidade de investimento gira em R$ 418.671,76. A engenheira ambiental da Assessoria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Gisele Santos Raminelli, aponta que a cidade registrou alguns episódios recentes de falta de água e, a fim de sanar a questão, a Sabesp passou a realizar benfeitorias, como a instalação do poço 3, cuja perfuração já foi efetuada, para acrescentar à rede atual e atender a demanda da população. “A empresa prestadora segue promovendo obras para ligação na rede para a futura utilização do mesmo”, comunica.

App para consulta

O aplicativo que serviu de fonte para esta reportagem é compatível com os sistemas Android e iOS e está disponível para download gratuito na Play Store e na App Store. Após inicializá-lo, o usuário pode escolher informações sobre água ou esgoto. Ao clicar em um deles, surgirá uma tela com um resumo dos respectivos cenários. Para estreitar a consulta, é possível delimitar um Estado brasileiro e selecionar o município cujos dados deseja examinar. Outra funcionalidade é o compartilhamento das informações por meio de mídias sociais.

Para a ANA, esse tipo de ferramenta “empodera a sociedade, que pode reivindicar e mudar as realidades ali descritas”. Além disso, esclarece que o software tem um caráter educativo ao indicar os sistemas produtores e mananciais de abastecimento em cada cidade, já que, provavelmente, “a maioria dos brasileiros não sabe de onde vem a água que consome nos municípios”.

 

SAIBA MAIS

Antes do lançamento do aplicativo, a ANA já mantinha o site Atlas Esgotos, que traz uma análise da situação do esgotamento sanitário nas cidades brasileiras. Para mais informações, basta acessar atlasesgotos.ana.gov.br.

 

 

 

Situação do sistema produtor de água nas cidades da 10ª Região Administrativa

Municípios

Demanda urbana

Prestador

Avaliação de oferta e demanda

Necessidade de investimento

Adamantina

84 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 1.344.219,77

Alfredo Marcondes

9 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 621.142,77

Álvares Machado

54 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 418.671,76

Anhumas

8 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 418.671,76

Caiabu

8 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 279.114,50

Caiuá

5 L/s

Prefeitura

Abastecimento satisfatório

-

Dracena

117 L/s

EMDAEP

Abastecimento satisfatório

-

Emilianópolis

7 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 418.671,76

Estrela do Norte

5 L/s

Sabesp

Abastecimento satisfatório

-

Euclides da Cunha Paulista

15 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 647.640,98

Flora Rica

4 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 576.703,84

Flórida Paulista

31 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 847.801,07

Iepê

18 L/s

Prefeitura

Requer ampliação do sistema

R$ 399.393,42

Indiana

9 L/s

Prefeitura

Abastecimento satisfatório

-

Inúbia Paulista

8 L/s

Sabesp

Requer ampliação do sistema

R$ 63.435,11

Irapuru

17 L/s

Prefeitura

Abastecimento satisfatório

-

Junqueirópolis

47 L/s

Prefeitura

Abastecimento satisfatório

-

Lucélia

48 L/s

Sabesp

Abastecimento satisfatório

-

Marabá Paulista

8 L/s

Sabesp

Abastecimento satisfatório

-

Mariápolis

8 L/s

Sabesp

Abastecimento satisfatório

-

Ma