Lagoas Altiplânicas estão localizadas a cerca de 4.150 metros

Foto: Lagoas Altiplânicas estão localizadas a cerca de 4.150 metros

DESTINO INESQUECÍVEL

Atacama tem gêiseres e lagoas a 4 mil metros

Paisagens alternam formações rochosas e águas termais; viagem pode incluir dois lugares de uma só vez ou se concentrar apenas no destino chileno

  • 23/06/2019 10:00
  • Da Redação

Os mais altos desertos do planeta; um deles de sal. Lagoas a cerca de 4.000 metros do nível do mar. Formações rochosas, gêiseres, flamingos. O Deserto do Atacama (Chile) e o Salar de Uyuni (Bolívia) impressionam tanto que até parecem pinturas. A viagem pode incluir os dois lugares de uma só vez ou se concentrar apenas no destino chileno.

Acordar cedo é essencial para aproveitar um dos principais atrativos do Atacama, o Geiser del Tatio, a 4.320 metros de altitude. Nesse campo geotérmico, o vapor brota da terra dando origem a uma misteriosa composição. Banhe-se na água quentinha das piscinas termais, antes de retornar a San Pedro do Atacama, a mais conhecida das pequenas cidades e aldeias da região. Em Toconao, outra delas, compre produtos com pedra vulcânica ou lã de lhama. O animal da América do Sul é bem comum no Atacama.

Mas também estão no deserto chileno flamingos com suas penas rosadas. Podem ser vistos na Laguna de Chaxa e no Salar do Atacama, a 2.305 metros do nível do mar. Altitude bem maior têm as Lagoas Altiplânicas, a cerca de 4.150 metros. Certamente não vai se esquecer da emoção de ver o espelho d’água com vulcões refletidos nas lagunas Miscanti e Miñiques.

O Atacama apresenta uma sucessão incrível de paisagens. No passeio para o Vale da Lua e para o Vale da Morte, dois clássicos imperdíveis, a variedade vai das Três Marias em estátuas de sal a formações rochosas como a chamada de Anfiteatro. Ver o pôr do sol do alto de uma duna de areia coroa um dia de exploração.

No pacote da operadora Françatur – disponível nas agências de viagens

 é possível desfrutar do deserto com passeios durante as manhãs e tardes e, ao final do dia, retornar ao hotel Tierra Atacama, que oferece um excelente quarto, elaborados pratos da culinária regional, tratamentos relaxantes no spa e descanso na hidromassagem ao ar livre bem diante do Vulcão Licancabur.

O destino no Chile pode ser combinado também com o igualmente impressionante Salar de Uyuni. A operadora oferece um roteiro com o deserto de sal, localizado já na Bolívia. Após cruzar a fronteira do país vizinho, o viajante se deslumbra com a beleza do Geiser Sol de Mañana e da Laguna Colorada e seus flamingos-de-james, menor espécie do animal, em seu habitat a 4.278 metros de altitude. O cenário do mais alto e maior deserto de sal do mundo, com aproximadamente 10.582 km² de superfície, é mesmo fantástico.

Atrações

Dentro da cidade de San Pedro, o passeio pela Calle Caracoles, uma rua pequena e rústica no centro da cidade, é repleta de bares, restaurantes e lojinhas de artesanato local.

Partindo para a natureza selvagem e árida da região, as Gêiseres del Tatio, localizadas a 4200 metros de altura, são cercadas por mini vulcões que expelem água fervente. As noites pela região são extremamente frias e chegam a temperaturas negativas. Ainda assim, pra quem gosta de estar perto da natureza extrema, o roteiro é imperdível.

Na Cordilheira do Sal, o Valle de La Luna e o Valle de La Muerte são roteiros básicos e obrigatórios para o turista. A geografia local lembra, segundo dizem, o solo lunar.

salar-de-uyuni-1955828_1280.jpg

Salar de Uyuni, o maior mar de sal do mundo, é uma das grandes maravilhas da natureza

Da Redação

Da Redação

Jornalista da Redação

PUBLICIDADE