Weverson Nascimento - Ação disponibilizou aferição de pressão arterial e teste de glicemia

Foto: Weverson Nascimento - Ação disponibilizou aferição de pressão arterial e teste de glicemia

CARIM

Associação promove ação de conscientização e prevenção

Campanha de rastreamento da doença renal crônica foi realizada na Praça Nove de Julho, em Presidente Prudente

  • 15/03/2019 04:18
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Reportagem Local

O Carim (Associação de Apoio ao Paciente Renal Crônico) realizou ontem, das 8h às 11h30, a campanha de rastreamento da doença renal crônica, na Praça Nove de Julho, em Presidente Prudente. Quem esteve no local teve acesso à aferição de pressão arterial, teste de glicemia, avaliação do IMC (Índice de Massa Corporal), exames preventivos contra câncer de colo uterino e orientações com médico nefrologista.

A aposentada Maria Conceição de Oliveira, 63, buscou orientações na campanha porque considera importante prevenir a doença, e afirma ainda que depois das orientações percebeu que não mantém hábitos corretos para saúde. “Eu acha que era somente a falta de água que causava a doença, mas hoje eu tive conhecimento de que são necessários também cuidados com a alimentação e práticas esportivas”, afirma.

A procura pela campanha também atraiu os mais jovens. A estudante Gabriele Silveira, 23, buscou as orientações porque considera ideal ter o conhecimento das causas da doença renal crônica. “Todos nós precisamos ter conhecimento das causas da doença, como é feito o tratamento e principalmente como evitar”.

Prevenção

O Carim vem ao longo dos seus 15 anos de existência realizando o trabalho de prevenção e conscientização a doença renal crônica. De acordo com assistente social Elaine de Oliveira Silva Almeida, 37, as pessoas que realizaram o teste e apresentaram alterações serão encaminhadas para fazer o teste creatinina, que é o exame específico que avalia como que está as funções renais do paciente. “O teste é realizado de forma gratuita em um consultório parceiro do programa. Após a realização do exame o laboratório encaminha para o médico, que vai avaliar todos os exames. Caso tenham dado alterações, essas pessoas irão passar pelo nefrologista e ver quais procedimentos serão adotados de acordo com o caso”, afirma.