Weverson Nascimento: Assistidos, familiares e parceiros participaram dos festejos de 80 anos da fundação

Foto:  Weverson Nascimento: Assistidos, familiares e parceiros participaram dos festejos de 80 anos da fundação

ATENDIMENTO GRATUITO

Associação dos Cegos completa 80 anos com festa

Instituição instalada em Presidente Prudente atualmente atende 86 deficientes visuais e proporciona condições de desenvolvimento integral e independência

  • 10/04/2019 10:20
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

A Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos de Presidente Prudente completou 80 anos ontem e contou com uma programação especial aos atendidos e parceiros. A entidade é mantenedora da Escola de Educação Especial para Deficientes Visuais “Professor Faradei Boscoli” Centro de Reabilitação Visual, que atende pessoas com baixa visão e cegos. Desde sua criação a entidade, tem por objetivo proporcionar condições de desenvolvimento integral às pessoas com deficiência visual, garantido assim uma vida com mais qualidade, independência e a prática de seus direitos sociais. A instituição atualmente atende 86 deficientes visuais da região que conta com 53 municípios.

A cerimônia foi marcada com apresentação do Grupo Musical da associação dos cegos “Música é Luz”, da Banda Regimental de Música do CPI-8 da Polícia Militar, benção em ação de graças com o bispo diocesano dom Benedito Gonçalves dos Santos, além de homenagem à família do professor Faradei Boscoli, fundador da instituição que se dedicou ao “sonho” de construir um complexo destinado à pessoa com deficiência visual de educação e apoio, após sua esposa Marile Boscoli ser vitima de cegueira.

Atualmente, através de parcerias com algumas instituições e voluntariados, a associação oferece práticas de braille, sorobã, informática, orientação e mobilidade, artes, sala de recursos, estimulação precoce e educação física. De acordo com a diretora geral da instituição, Denise Gregory Tretin, 54 anos, o evento foi organizado para fornecer um dia de comemoração com os assistidos, as família e autoridades, para afirmarem a importância da instituição para a comunidade geral.

A promoção social

A atendida Sarah Toledo, 58 anos, entrou em 2013 na instituição e considera a importância dos trabalhos oferecidos. “Todos eles nos ajudam para que sejamos aperfeiçoados e encaixados na sociedade, porque todo tipo de trabalho que exercemos faz com a gente desenvolva uma vida ‘quase’ normal”, afirma. Sarah espera que a entidade continue ajudando às pessoas como te ajudou até o momento.

A aposentada Valdelice Alves Santana Fatala, 58 anos, está há 10 anos na instituição e considera que aprendeu realizar diversas atividades e ter uma maior autonomia para cuidar da casa. “Mudou muito a minha vida”, afirma. Valdelice considera a instituição essencial no seu dia a dia, e que vai até o local para realizar as atividades e distrair com amigos.

A entidade

Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos foi criada em 9 de abril de 1939 desenvolvendo atividades manuais, a qual mantém a Escola de Educação Especial para Deficientes Visuais “Prof. Faradei Boscoli”. Hoje, a entidade atende 86 alunos com baixa visão e cegos, entre 1 e 75 anos. A Associação é uma instituição de utilidade pública Municipal, Estadual e Federal e certificada no Conselho Nacional de Assistência Social.

Acessibilidade

Segundo a diretora geral da instituição, nos próximos dias será feita uma comissão para protocolarem efetividades do Poder Público. Conforme relata, as linhas de transporte urbano são reduzidas no bairro. “Temos somente uma linha de ônibus e precisamos de mais, pois para a pessoa com deficiência pegar o transporte ela tem que ficar esperando” expõe.

Denise Gregory afirma que há muitos atendidos que moram no bairro Itapura I (local onde está localizada a associação), e que a linha de transporte que faz o percurso passa no terminal urbano próximo, mas se direciona até o centro e não passa pela entidade, o que seria necessário pegar outro ônibus de voltar para instituição. Nesta mesma comissão, será discutida a acessibilidade dos semáforos do centro de Presidente Prudente.

A reportagem solicitou posicionamento da Semav (Secretaria Municipal de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública) através da Secom (Secretaria de Comunicação), mas até o fechamento desta edição não obteve resposta.

Serviços

As comemorações se estendem no dia 13 de abril, com inicio às 8h, 0020 na Praça Nove de Julho, com apresentação do grupo de música “Música é luz” e do grupo de dança “Dançando no escuro”, além de passeata de mobilidade e conscientização do uso da bengala.