Assembleia Legislativa se engaja no desenvolvimento econômico regional

A Assembleia Legislativa acaba de anunciar a criação da Frente Parlamentar pelo Desenvolvimento Econômico Regional, que visa contribuir para a elaboração e aperfeiçoamento de políticas públicas em âmbito estadual. Parlamentares, prefeitos, vereadores e entidades representativas de macrorregiões do Estado de São Paulo estiveram presentes no lançamento na segunda-feira. O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, disse que a nova frente parlamentar será importante para o desenvolvimento de São Paulo e na busca de formas de diminuição das desigualdades, além de promover o a

  • 12/06/2019 05:00
  • Contexto Paulista

Diálogo entre regiões

Segundo o deputado estadual Paulo Fiorilo (PT), que popôs a criação da frente, a ideia surgiu da necessidade de levantar dados que apontem a vulnerabilidade social e o desenvolvimento econômico de São Paulo e regiões. "Queremos ampliar o diálogo entre as regiões do estado envolvendo parlamentares e prefeitos para construir uma visão estratégica que discuta as prioridades do interior", salientou.

 

Alimentos para o mundo

A Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), de Piracicaba, lançou o Projeto Temático “Brasil, esperança alimentar do futuro!” com a proposta de uma reflexão sobre a segurança alimentar e o papel do Brasil no desafio mundial de alimentar cerca de 10 bilhões de pessoas em 2050. As inscrições estarão abertas até o dia 18 de outubro. A iniciativa está dividida nas categorias Frases e Fotos, aberta para toda a comunidade, além da categoria Redação, para estudantes do ensino médio. Podem participar os estudantes das escolas das redes municipal, estadual, particular e SESI.

 

“Cidade Tecnológica”

Uma “Cidade Tecnológica” acaba de ser criada em São José dos Campos no Parque Tecnológico. Segundo o jornal “O Vale”, trata-se de um novo bairro planejado, que será construído para atender a demanda do setor de inovação. O investimento será privado e chegará a R$ 70 milhões para criar a infraestrutura de lotes que serão posteriormente comercializados. "No Parque Tecnológico temos universidades, mais de 100 empresas, institutos de pesquisa, mas faltava o desenvolvimento imobiliário, e conseguimos um bom parceiro para isso", diz o prefeito Felicio Ramuth (PSDB). Segundo a empresa incorporadora, o loteamento será o primeiro distrito de inovação planejado do Brasil, em um terreno com área total de 308,9 mil m² e 116 lotes, com acesso pela marginal da Rodovia Presidente Dutra. O empreendimento será lançado nesta quarta-feira (12/6).

 

Inovação

"O lançamento tem como objetivo consolidar o maior ambiente de inovação do país”, segundo a Exto Incorporação e Construção. O projeto poderá abrigar equipamentos como centro de convenção, hotéis e espaços de inovação. "São José dos Campos é uma cidade com veia empreendedora, que dispõe de um setor econômico global já estabelecido, como o desenvolvimento de novas tecnologias para o setor aeroespacial, por isso a aposta no projeto Cidade Tecnológica", diz Roberto Matos, presidente da Exto.

 

Empregos

O mercado de trabalho dos setores de comércio (varejista e atacadista) e serviços no Estado de São Paulo gerou 27.380 postos de trabalho em abril. Os setores de transporte, serviços de saúde e supermercados foram os maiores empregadores.

 

Casas paulistanas

O MCB (Museu da Casa Brasileira), na capital, sediará no sábado, o lançamento do livro “São Paulo e Suas Casas”. A publicação é de Matteo Gavazzi, designer italiano e apaixonado por arquitetura, com outros sete profissionais. A equipe mapeou casas construídas entre os séculos 17 e 21 como antigas casas do centro, vilas operárias, palacetes, ícones modernistas e moradias contemporâneas.

 

Aplicativo para estradas

Os motoristas que querem planejar o melhor caminho ou saber qual estrada pegar podem agora contar com o auxílio do Web Rotas. O aplicativo do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) permite traçar uma rota entre as cidades desejadas, ver a quilometragem correspondente, o tempo estimado de viagem, localização dos pedágios e situação das pistas.

 

Pesquisa paulista

A empresa brain4care, de São Carlos, criou e colocou no mercado um sensor para medir a pressão intracraniana de forma não invasiva, sem necessidade de furar o crânio e inserir um sensor no interior do cérebro, segundo a última edição da revista Pesquisa, da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). O aparelho é usado para monitorar a pressão intracraniana em pacientes que apresentam hidrocefalia ou sofreram traumatismo craniano, AVC (acidente vascular cerebral), entre outras patologias. Além disso, as Unesp (Universidade Estadual Paulista) e Federal de Minas Gerais (UFMG) testaram com sucesso o transplante de microbiota fecal para tratar infecções causadas pela bactéria Clostridium difficile, que nem sempre desaparece com o uso de antibióticos.