“Celestial”

Artista plástico conta parte de sua vida em exposição, no Matarazzo

Reginaldo Modesto ressalta: “Deus não tardou a colocar seu coração misericordioso em mim permitindo  colorir minha história novamente”

OSLAINE SILVA - Da Redação • 15/05/2018 08:30:20

Reginaldo Modesto é um dos artistas plásticos que expõe seus trabalhos neste mês de maio, no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente. Até o dia 3 de junho, quem passar pela Galeria Takeo Sawada poderá apreciar sua “Exposição Celestial” que conta com 20 obras variadas com composições cheias de formas e significados, cores e beleza. Todas as telas estão à venda com valores de R$ 400 a R$ 900.

De acordo com o artista, a exposição conta um pouco da sua própria história, do crescimento humano e espiritual que atingiu. O estilo surrealista marca a presença Divina em sua vida, traz a perspectiva do ir além, da busca pelo alto. “Ela traz um pouco da minha vida. Como a superação dos abusos sexuais na infância... Identifico que foi por esse motivo, pela arte, que Deus me proporcionou colorir novamente a minha vida. Os abusos aconteceram, mas Deus não tardou a colocar seu coração misericordioso em mim”, ressalta o artista.

A técnica desenvolvida por Reginaldo em suas obras é óleo sobre tela. Ele já participou de diversas exposições coletivas em Dracena, em Guaraçaí (SP) e aqui em Prudente no Prudenshopping. Também marcou presença no Mapa Cultural em Adamantina, em 2011, e São Paulo, em 2012.

“O estilo do surrealismo me encanta, pois me possibilita criar mundos que eu gostaria que fossem realidades”, acentua.

 

O poder da arte

Reginaldo diz que o título remete exatamente ao Divino! A tudo que Deus foi capaz de proporcionar a sua vida. Ele acredita fielmente que arte contribuiu para que superasse todos os traumas de sua infância. “Cada obra tem um significado de crescimento espiritual e todas tem essa perspectiva de chegar ao alto. Ir além, que é o que Deus espera de nós. A arte sem dúvida é um recomeço da minha história... Uma nova oportunidade que Ele me deu de fazer tudo diferente. Mesmo com os abusos, a fome e a pobreza Deus sempre foi capaz de me fazer enxergar além”, enfatiza o dracenense que é formado em Arte pela Unifadra/Fundec (Faculdade de Dracena/Fundação Dracenense de Educação e Cultura), em 2014. 

Para Reginaldo a arte é um presente vindo do céu e foi dessa forma que procurou colocar em suas obras um pouco do que tanto o Senhor Deus lhe fez. “Não me canso de dizer que a arte realmente me leva além da realidade muitas vezes tristes e dolorosas que o mundo nos coloca. E é nesse mundo além do imaginário que quero estar observando tudo com a perspectiva de crescimento”, pontua.

 

Novos Olhares

Além da Exposição de Reginaldo na Takeo Sawada, outra exposição pode ser Apreciada no Matarazzo, “Novos Olhares” - Homenagem a Arcangelo Ianelli, que está na Sala de Convivência. As obras são criações de alunos do 5º termo do Curso de Artes Visuais Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) a partir da leitura de uma imagem de Ianelli, um dos maiores nomes da pintura brasileira, reconhecido pela coloração e a luminosidade marcante de suas obras. A professora Responsável pelo projeto é Zenilda Pasquini.

 

Serviço

A exposição “Celestial” pode ser vista até o dia 3 de junho, de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 22h, domingos e feriados a partir das 16h, na Galeria Takeo Sawada | Centro Cultural Matarazzo.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste